Chance de El Niño em 2014 passa de 50%, diz agência dos EUA

Publicado em 10/04/2014 17:14 e atualizado em 10/04/2014 17:53 2260 exibições

As probabilidades de ocorrência do temido fenômeno El Niño ocorrer durante o verão do Hemisfério Norte cresceram no último mês, com potencial de afetar lavouras em todo o planeta, disse nesta quinta-feira a agência de previsões meteorológicas do governo dos Estados Unidos.

O relatório mensal de um centro de previsões do Serviço Nacional de Meteorologia estabeleceu a probabilidade em mais de 50 por cento. Em março, o relatório estimava a chance em cerca de 50 por cento. Leia a notícia na íntegra no site da Reuters.

De acordo com a meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), Neide Oliveira, os efeitos do El Niño começam a ser sentidos em julho e agosto, mas o pico do fenômeno costuma ocorrer em dezembro. Ela explica que o fenômeno causa o aumento das chuvas e das temperaturas. "Podemos ter também ocorrência de granizo e fortes rajadas de vento, dependendo da intensidade do fenômeno".

A região Sul e Nordeste do Brasil costumam ser as mais atingidas pelo fenômeno, segundo Neide, com um aumento acentuado das chuvas nessas áreas. A meteorologista explica que o El Niño é um fenômeno global, que atinge os dois hemisférios, portanto, pode causar mudanças no clima nos Estados Unidos e outros países com produção agrícola representativa. 
   


  

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário