Clima: Previsão de chuvas de até 100 mm e ocorrência de granizo nesta 4ª em boa parte do PR, RS e SC

Publicado em 11/10/2017 10:09 e atualizado em 12/10/2017 09:32
6524 exibições

LOGO nalogo

As chuvas devem seguir durante toda esta quarta-feira (11) em praticamente todo o Sul do Brasil, com fortes tempestades de até 100 milímetros por dia e ventos de até 100 quilômetros por hora, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Esse cenário deve complicar ainda mais a vida dos produtores de trigo e aveia que estaõ em colheita e o plantio da soja, milho e arroz. Todo o restante do país deve permanecer quente e sem chuvas.

Em mais um alerta, o Inmet aponta perigos com temperais no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul nesta quarta. O aviso teve início às 00h e termina às 11h. "Chuva entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos", reportou o instituto. Ontem também havia reporte de previsão de chuvas fortes para o Sul do Brasil.

As principais áreas afetadas serão: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense e Litoral Norte Catarinense. Paraguai e Argentina também estão nesta área de instabilidade do Sul do país.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (12/10 a 14/10) para o Sul do Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (12/10 a 14/10) para o Sul do Brasil - Inmet
Fonte: Inmet

Pelo menos três municípios da Região Noroeste do Rio Grande do Sul tiveram prejuízos em lavouras de milho, trigo e soja na terça-feira, com chuvas e ventos fortes e ocorrência de granizo. A cidade de Paraíso das Águas (MS) também sofreu impactos com a chuva ontem.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tuparendi e Porto Mauá (RS), Itálico Cielo, as pedras de granizo atingiram as culturas de milho e o trigo pronto para colher, além de danos de 100% sobre a soja já germinada de algumas lavouras. Alguns produtores vão acionar o seguro do Proagro (Programa de Garantia da Atividade Agropecuária), mas ele não deve ser suficiente para cobrir todos os prejuízos ocasionados pelo temporal. Outros agricultores, sem garantia, vão ter de arcar com as perdas.

Agora, os produtores, que possuem um sistema troca-troca de sementes com o Governo do estado, estão em busca de reconstruir suas lavouras. Além das perdas, há lavouras que sofreram com o acamamento ou com a queda de qualidade - no trigo, poucas poderão ter o grão específico para gerar farinha para pão.

Leia mais:
» Temporal destrói mais de mil hectares de milho na região de Tuparendi (RS)

Chuva de granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo
Chuva de granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo

Plantações afetadas por granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo
Plantações afetadas por chuva de granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo

Chuva de granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo
Chuva de granizo na região de Tuparendi (RS) - Foto: Itálico Cielo

Chuva de granizo na região de Cidade Nueva Esperanza (Paraguai) - Foto: Divulgação/Redes Sociais Chuva de granizo na região de Cidade Nueva Esperanza (Paraguai) - Foto: Divulgação/Redes Sociais Chuva de granizo na região de Cidade Nueva Esperanza (Paraguai) - Foto: Divulgação/Redes Sociais

Leia mais:
» Chuva, ventania e granizo causam estragos no Noroeste do Rio Grande do Sul

» Chuva de 20 minutos e vento de 51 km/h causam destruição em Paraíso das Águas, MS

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê instabilidades no Sul do Brasil até pelo menos o dia 15 de outubro. Em compensação, municípios produtores têm acumulado bastante água no solo, mas atrasos no plantio já são vistos na safra de grãos brasileira. Portanto, os produtores devem ficar atentos às previsões climáticas específicas para suas regiões para semearem os grãos da nova safra sem prejuízos.

Veja o mapa de precipitação acumulada de 11/10 a 15/10 para o Sul do Brasil:

Mapa de precipitação acumulada de 05/10 a 09/10 para o Sul do Brasil - Climatempo
Fonte: Climatempo

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário