Tempo: Frente fria chega ao MS e deixa semana instável no estado após dias sem chuvas

Publicado em 31/07/2018 11:28 1016 exibições

LOGO nalogo

O avanço de uma frente fria favoreceu o aumento de instabilidades sobre a região Sudeste do Brasil. Agora, essa condição já favorece mais nebulosidades sobre grande parte do Mato Grosso do Sul depois de vários dias sem chuvas na maior parte do estado. Segundo a Climatempo, precipitações são esperadas no estado ao longo da semana.

"A semana será marcada pela mudança do padrão meteorológico em diversas localidades do Mato Grosso do Sul. A partir de quinta-feira, a presença de áreas de instabilidade irá colaborar para o aumento da umidade e consequentemente as pancadas de chuva sobre vários pontos do centro-sul do Mato Grosso do Sul", informa a empresa meteorológica.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (01/08 a 03/08) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (01/08 a 03/08) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Depois de dias sem chuvas, nessas primeiras horas de terça-feira (31), algumas cidades do Mato Grosso do Sul já acumularam chuvas, ainda que em baixos volumes, e figuram dentre os maiores volumes da região Centro-Oeste. São elas: Itaquirai (MS): 4,0 mm, Juti (MS): 2,6 mm, Ponta Porã (MS): 0,6 mm, Nhumirim (MS): 0,6 mm e Paranaíba (MS): 0,4 mm. 

Com a chegada dessas instabilidades sobre o estado, também é esperada uma queda de temperatura nas máximas. "Nesta terça-feira (31) o vento polar sopra sobre o Mato Grosso do Sul. O dia amanhece frio em Ponta Porã. Nas demais áreas do estado e no sul e oeste de Mato Grosso, a temperatura cai ao longo do dia", explicou a Climatempo.

Mapas do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, mostram ainda a tendência de que mais chuvas devem chegar até áreas do Sudeste e Centro-Oeste do Brasil nos próximos dias. Meteorologistas alertam, no entanto, que previsões de longo prazo ainda precisam de confirmação.

Veja o mapa com a precipitação acumulada para o período de 30 de julho até 15 de agosto:

Mapa com a precipitação acumulada para o período de 31 de julho até 16 de agosto - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

"Começaremos agosto com uma mudança de padrão no Sudeste, mas apenas no primeiro decêndio do mês é que chuvas ainda fracas chegam a áreas no interior do Brasil. No entanto, o solo da região está bastante seco e essas precipitações não devem recuperar os baixos níveis de água", explicou a Somar Meteorologia acrescentando que em setembro mais precipitações estão no radar e que em outubro deve voltar a ficar seco na região.

Leia mais:
» Tempo: Plantio da safra de verão pode ser afetado com chuvas abaixo da normalidade nos próximos meses

Ainda nesta terça-feira, o Inmet alerta para a previsão de chuvas intensas em áreas de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, além de altos acumulados em Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Também há aviso de baixa umidade no Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rondônia e Tocantins.

Na segunda-feira, uma chuva de granizo atingiu a cidade de Sengés (PR) e causou danos. Não há relatos de danos em lavouras. De acordo com a Defesa Civil da cidade, mais de 300 casas foram atingidas. As informações são do site G1 regional. (Veja imagens abaixo)

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico dAvila
Chuva de granizo em Sengés (PR) - Foto: Frederico d'Avila

Chuva de granizo em Itararé (SP) - Foto: Ricardo Takeda/Reprodução
Chuva de granizo em Itararé (SP) - Foto: Ricardo Takeda/Reprodução​

Chuva de granizo em Itararé (SP) - Foto: Jacqueline Almeida/Reprodução
Chuva de granizo em Itararé (SP) - Foto: Jacqueline Almeida/Reprodução

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário