Tempo: Aumentam chances de chuvas fortes em áreas do Centro-Oeste a partir desta 5ª feira

Publicado em 29/11/2018 11:26
2277 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quinta-feira (29) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quinta-feira (29) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Esta quinta-feira (29) será mais um dia de chuvas sobre a faixa Centro-Norte do Brasil. O risco de temporais aumenta sobre áreas do Mato Grosso do Sul, estado que já tem registrado altos volumes nos últimos dias. Produtores estão em alerta com a condição por conta dos casos de ferrugem.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), há alerta de tempestade em quase todo o Mato Grosso do Sul nesta quinta. As precipitações serão de até 50 milímetros/dia, com ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. No entanto, é baixo o risco de danos com a condição.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 5ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 5ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

"Uma área de baixa pressão atmosférica que atua entre o Paraguai e o Brasil ganha força nesta quinta-feira (29). Além disso, o excesso de calor e de umidade também colabora para a formação de nuvens muito carregadas sobre a Região Centro-Oeste", noticiou a Climatempo.

De acordo com a empresa meteorológica, a faixa Leste de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal terão sol e tempo abafado, mas nuvens carregadas se formam no decorrer da tarde e podem provocar pancadas isoladas. "Há risco de chuva forte em alguns locais", destacou.

Segundo o modelo Cosmo do Inmet, instabilidades devem seguir sobre áreas produtoras da faixa central do Brasil até o início da próxima semana. Amanhã (30), as instabilidades se intensificam sobre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Uma condição mais úmida também retorna ao Sul.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (30/11 a 02/12) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (30/11 a 02/12) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

"Na sexta-feira (30), áreas de instabilidade vão continuar atuando sobre o Centro-Oeste do Brasil. A previsão é de chuva em todas as áreas de Mato Grosso do Sul, Mato e extremo oeste de Goiás. Em Goiânia e no Distrito Federal, chove a partir da tarde, mas de forma isolada", destaca a Climatempo.

Produtores de todo o país estão atentos com as condições do tempo. A ferrugem asiática chegou mais cedo. A situação mais grave, até este momento, é no estado do Paraná. No entanto, uma condição mais seca deve favorecer os trabalhos de manejo em algumas áreas do Sul.

Leia mais:
» Ferrugem se prolifera rápido e Consórcio já registra 33 ocorrências no Brasil

O mês de novembro está sendo um dos mais chuvosos dos últimos 57 anos na capital Cuiabá. "Chover mais de 300 mm em um mês significa alguns dias com chuva muito forte. Na região de Cuiabá, volumes mensais de precipitação acima de 300 mm são mais comuns nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro", informou.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com o Inmet, diversas cidades da faixa central do país acumularam altos acumulados nesta quarta-feira (28). Os cinco maiores acumulados foram em Juara (MT): 101,0 mm, Cotriguaçú (MT): 64,6 mm, Santarem (PA): 58,0 mm, São Gabriel da Cachoeira (AM): 52,6 mm e Nova Ubiratã (MT): 48,4 mm.

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário