Tempo: Novo alerta de tempestade no Sul nesta 6ª feira com chuvas fortes, ventos e chances de granizo

Publicado em 04/01/2019 11:17 e atualizado em 07/01/2019 10:41
2732 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (04) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (04) - Fonte: Inmet

Uma frente fria passou nas últimas horas sobre o Sul do Brasil, mas as instabilidades ainda seguem sobre a maior parte dos três estados da região nesta sexta-feira (04). O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para novos temporais.

De acordo com o instituto meteorológico brasileiro, em quase toda a áreas dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina a previsão é de chuva com altos acumulados, ventos fortes e granizo, com possibilidade de danos.

"Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos", destacou o Inmet nesta sexta.

O aviso de tempestade nessas áreas vale para até a madrugada deste sábado (05).

Veja o mapa das áreas com previsão de tempestade nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com previsão de tempestade nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Também pode chover em outras áreas do Sul e na divisa com o Centro-Oeste. Essa condição mais úmida minimiza perdas com a safra de soja 2018/19. Os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, por exemplo, já tem perdas consideráveis em função da seca.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (05/01 a 11/01) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (05/01 a 11/01) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Na quinta-feira (03), na lista dos maiores acumulados do país já aparecem cidades da região Sul. Os cinco maiores foram em Santas Vitoria do Palmar (RS): 80,1 mm, Jaguarão (RS): 63,0 mm, Teresópolis (RJ): 61,8 mm, Feijo (AC): 60,6 mm e Camaquã (RS): 51,4 mm.

Nos últimos 10 dias, o estado paranaense viu acumulados de chuva variando entre 20 e 40 mm e no estado gaúcho os volumes foram ainda mais limitados, assim como em quase toda a Bahia - com exceção do Oeste do estado, na fronteira com Minas, Tocantis e Goiás.

"Um dos impactos do tempo muito quente e seco durante dezembro (e início de janeiro) tem sido a aceleração da maturidade da soja. Em muitas áreas secas, os produtores estão reportando que a soja está amadurecendo de 20 a 30 dias mais cedo, o que resulta em grãos pequenos e perdas irreversíveis de produtividade", diz o analista James Cordonnier.

Leia mais:
» Safra de soja do Brasil precisa de mais chuvas para evitar novas perdas

Veja o mapa de precipitação acumulada nos últimos 10 dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nos últimos 10 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Mapas estendidos mostram boas chuvas para o Sul do Brasil nos próximos dias. A previsão nos próximos 7 dias do Inmet aponta que o estado do Rio Grande do Sul terá altos acumulados, também chove em áreas de Santa Catarina e Paraná, mas em menor intensidade.

Em áreas mais centrais do Brasil também deve chover bem, mas com uma condição bastante esparsa, de acordo com mapas de precipitação acumulada do Inmet. Os maiores volumes estão sendo previstos para os estados de Mato Grosso, São Paulo e Goiás.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O primeiro final de semana de 2019 deve ser marcado por chuvas volumosas sobre áreas da região Sudeste do Brasil. Os maiores volumes e o risco de transtornos com a condição ocorrem de forma pontual, entre o litoral paulista, centro e leste mineiro.

De acordo com previsão da Somar Meteorologia, já nesta sexta-feira, os acumulados se tornam mais expressivos no leste de São Paulo, sul de Minas Gerais, além da divisa entre a Zona da Mata mineira e o interior do Rio de Janeiro, com volumes entre 30 e 50 mm.

"Mas é no próximo sábado (05) que a chuva ganha força em praticamente toda a região Sudeste. Desta vez, os acumulados são ainda mais expressivos variando entre 30 e até 90 mm", informou a empresa meteorológica.

Ocorrência de chuvas chegando conforme as previsões. Envio de Valdir Fries
Ocorrência de chuvas chegando conforme as previsões. Envio de Valdir Fries

Início da colheita de soja da família Maldaner. Colheita antecipada devido à seca em Santa Helena (PR)
Início da colheita de soja da família Maldaner. Colheita antecipada devido à seca em Santa Helena (PR)​

Inicio colheita milho Rio dos Índios (RS), na Fazenda Nova Esperança de Marcos e Vinicius Sartori Chagas. Envio do Consultor Niomar J. Dalbosco
Inicio colheita milho Rio dos Índios (RS), na Fazenda Nova Esperança de Marcos e Vinicius Sartori Chagas. Envio do Consultor Niomar J. Dalbosco​

Plantio café em Bom Jesus da Penha (MG). Variedade Catuaí amarelo 62. Envio de Flávio José Vieira
Plantio café em Bom Jesus da Penha (MG). Variedade Catuaí amarelo 62. Envio de Flávio José Vieira

Efeito da estiagem no milho na região de Capanema (PR). Envio de Elecir Trevisan
Efeito da estiagem no milho na região de Capanema (PR). Envio de Elecir Trevisan

Colheita de soja em Nova Aurora (PR) do produtor Edivaldo Ferrari, do Projeto 440 da Copacol. Envio de David Clemente
​Colheita de soja em Nova Aurora (PR) do produtor Edivaldo Ferrari, do Projeto 440 da Copacol. Envio de David Clemente

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário