Tempo: Chuvas diminuem sobre o Centro-Oeste a partir desta 3ª após altos acumulados

Publicado em 28/01/2019 11:47 e atualizado em 28/01/2019 15:50
2453 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (28) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (28) - Fonte: Inmet

A faixa central do Brasil recebeu bons volumes de chuva no final de semana, com acumulados de cerca de 100 mm/dia em algumas áreas. A região Centro-Oeste foi uma das mais beneficiadas, mas uma condição mais firme é prevista a partir desta terça-feira (29).

"Uma grande área de baixa pressão atmosférica se deslocou do Sudeste para o Centro-Oeste do Brasil permitindo a formação de fortes áreas de instabilidade. Durante o sábado, a chuva caiu forte e volumosa em todos os estados e no Distrito Federal", destacou a Climatempo.

Imagens de satélite mostram que instabilidades ainda estão presentes sobre a região central do Brasil, principalmente sobre os estados de Mato Grosso e Goiás. Dessa forma, ainda há possibilidade de pancadas de chuva em localidades isoladas desses estados.

Já a partir desta terça-feira (29), o modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) aponta que as precipitações diminuem consideravelmente sobre o Brasil central. No Centro-Oeste, as chuvas seguem volumosas apenas no Oeste de Mato Grosso.

Chuva em Bom Jesus de Goiás (GO) em 26 de janeiro de 2019 - Imagem: Reprodução/Redes sociais
Chuva em Bom Jesus de Goiás (GO) em 26 de janeiro de 2019 -

  Chuva em Matões (MA) - Foto: Reprodução/Redes sociais Chuva em Matões (MA) - Foto: Reprodução/Redes sociaisChuva em Matões (MA) - Foto: Reprodução/Redes sociais Chuva em Matões (MA) - Foto: Reprodução/Redes sociais Chuva em Matões (MA) - Foto: Reprodução/Redes sociais

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (29/01 a 04/02) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (29/01 a 04/02) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

"Até a segunda-feira, a circulação dos ventos em diversos níveis da atmosfera vai favorecer a permanência destas áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste do Brasil. Uma grande quantidade de nuvens fica espalhada sobre a Região e as pancadas de chuva serão frequentes", destacou a Climatempo.

Essa condição de tempo mais firme deve predominar no Centro-Sul pelo menos até o início de fevereiro, segundo o modelo do instituto brasileiro. Os estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e também Santa Catarina também aparecem com poucos volumes para os próximos dias.

As chuvas dos últimos dias em áreas do Centro-Oeste minimizaram as preocupações dos produtores da região, mesmo em plena colheita. Lavouras estavam há dias sem chuvas. A Climatempo, inclusive, destaca que o mês de janeiro tem sido bastante no Centro-Oeste, com chuvas em pequenas áreas

"Apesar das chuvas nos últimos dias, a maior parte do CO deve fechar o mês com acumulados abaixo da média histórica", informou a empresa meteorológica. A Climatempo destaca ainda que o mês de janeiro, normalmente, é marcado pela ocorrência de bons volumes, o que não tem se confirmado neste ano.

Veja o mapa de previsão de precipitação do modelo GFS de 24 horas para os próximos 3 dias em todo o Brasil:

Mapa de previsão de precipitação do modelo GFS de 24 horas para os próximos 3 dias em todo o Brasil - Fonte: COLA (The Center for Ocean-Land-Atmosphere Studies) Mapa de previsão de precipitação do modelo GFS de 24 horas para os próximos 3 dias em todo o Brasil - Fonte: COLA (The Center for Ocean-Land-Atmosphere Studies) Mapa de previsão de precipitação do modelo GFS de 24 horas para os próximos 3 dias em todo o Brasil - Fonte: COLA (The Center for Ocean-Land-Atmosphere Studies)
Fonte: COLA (The Center for Ocean-Land-Atmosphere Studies)

Assim como o modelo Cosmo, o GFS do The Center for Ocean-Land-Atmosphere Studies, COLA, na sigla em inglês, também aponta que as chuvas devem cessar ao longo desta semana sobre o Brasil central. Outra tendência que preocupa é a persistente falta de chuvas em áreas de Minas Gerais e Bahia.

Com as nebulosidades e chuvas dos últimos dias, ambos os modelos também apontam que as temperaturas diminuíram no Centro-Oeste. Em algumas cidades da região, segundo dados levantados pelo Inmet, as máximas chegaram a ficar na casa dos 40°C ou próximo disso.

Segundo dados do Inmet, diversas cidades do Brasil central estão entre as que mais acumularam chuvas neste domingo (27). Os maiores acumulados foram em Pirapora (MG): 108,6 mm, Itiquira (MT): 90,0 mm, São Grabiel do Oeste (MS): 67,0 mm, Costa Rica (MS): 60,8 mm e Monte Alegre de Goias (GO): 60,0 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Segundo o mapa de precipitação acumulada do Inmet, nos próximos sete dias, as chuvas mais volumosas permanecem no Norte do país. No Centro-Oeste, o estado de Mato Grosso segue com a melhor condição de distribuição e volume. Nas outras áreas de MT, além do Nordeste e Sul, os acumulados serão baixos.

Veja o mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil:

Mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsões do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês) apontam que, no período de 28 de janeiro até 05 de fevereiro, as chuvas volumosas ficarão concentradas sobre a região Norte e em áreas litorâneas do Sul e Sudeste.

De 05 de fevereiro até 13 de fevereiro, as chuvas seguirão mais concentradas sobre a região Norte do país, mas áreas da faixa central do país também voltam a receber precipitações mais volumosas.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 28 de janeiro até 13 de fevereiro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 28 de janeiro até 13 de fevereiro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Chuva em área de Mato Grosso. Envio de Amadeu Rampazzi
Chuva em área de Mato Grosso. Envio de Amadeu Rampazzi

Lavoura de soja na Fazenda Dal Pizzol em Canoinhas (SC). Envio de Allysson
Lavoura de soja na Fazenda Dal Pizzol em Canoinhas (SC). Envio de Allysson

Colheita de soja em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Colheita de soja em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Lavoura de soja na Fazenda Jaboticabal em Cel Vivida (PR). Envio de Helio de Carli
Lavoura de soja na Fazenda Jaboticabal em Cel Vivida (PR). Envio de Helio de Carli

Lavoura de soja Variedade Raio do produtor Roberto Ongarato em Barra Funda (RS). Envio de Luciano Colombo
Lavoura de soja Variedade Raio do produtor Roberto Ongarato em Barra Funda (RS). Envio de Luciano Colombo

Colheita no Oeste do MT
Colheita no Oeste do MT

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário