Tempo: Chuvas seguem fortes nesta 6ª no Sul do BR, mas PR ainda terá irregularidade; RS com granizo

Publicado em 18/10/2019 10:59 e atualizado em 21/10/2019 10:56
1425 exibições

Imagem de satélite nesta sexta-feira (18) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Imagem de satélite nesta sexta-feira (18) em todo o Brasil - Fonte: Inmet

O Sul do Brasil tem instabilidades ganhando força durante esta sexta-feira (18), segundo destaca a Climatempo. As chuvas podem ocorrer até sobre os três estados, mas Rio Grande do Sul e Santa Catarina tendem a ter os maiores acumulados. No Paraná, segue a irregularidade.

"Áreas de instabilidade se intensificam sobre o Sul do Brasil e durante esta sexta-feira, 18 de outubro, vão dar origem a uma frente fria associada a um ciclone extratropical. O ciclone se organiza no mar, entre o Rio Grande do Sul e o Uruguai", destaca a Climatempo.

Além das chuvas, há risco de ventos fortes sobre os estados da região Sul. "De forma geral, rajadas de vento nesta sexta-feira, 18, variam de 60 km/h a 80 km/h. Porém, por causa do ciclone extratropical, as rajadas no sul gaúcho podem chegar aos 90 km/h", diz a empresa meteorológica.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (19/10 a 21/10) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (19/10 a 21/10) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta de tempestade nesta sexta-feira. "Chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. Baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos".

O aviso é de perigo potencial com a chuva forte e vale para todo o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Centro-Sul do Paraná. Produtores paranaenses estão preocupados com as condições adversas de tempo e algumas cidades produtoras de soja já cogitam replantio.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 6ª:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 6ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Metropolitana De Curitiba, Oeste Catarinense, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense, Litoral Norte Catarinense

Em entrevista ao Notícias Agrícolas nesta quinta-feira, Nelson Harger, diretor técnico da EMATER - PR, destaca que houve erro estratégico no plantio antes das chuvas, pois já era prevista para setembro e outubro baixos volumes. Para ele, o produtor deveria ter aguardado maior umidade do solo antes de semear. Agora, há alto o risco de perdas para safra 19/20.

"O produtor arriscou plantar no cedo para viabilizar a safrinha de milho, mas ela dá menos rentabilidade e possui mais riscos. O produtor não deve colocar a semente no solo arriscando a sua renda na principal safra do ano. Hoje em dia, a semente empata com os adubos nos custos de produção e toda a tecnologia empregada se perde neste solo seco", diz Harger.

Leia mais:
» Tempo: Cinturão Oeste do PR está sem chuvas há mais de 1 mês e deve terminar outubro abaixo da média

Veja o mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

A Climatempo destaca ainda que grandes volumes foram registrados nas últimas horas sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nesta sexta, no entanto, não deve chover forte no Sul do RS, onde já houve registro de acumulados expressivos nos últimos dias.

Imagens e vídeos postados em redes sociais mostram que uma forte chuva de granizo na tarde de quinta-feira atingiu as cidades de Caseiros (RS) e Lagoa Vermelha (RS). Em um dos vídeos, é possível ver que lavouras foram atingidas. No entanto, até o momento, não há informações sobre a intensidade do estrago.

Segundo informação da prefeitura da cidade de Lagoa Vermelha (RS), cerca de 500 casas foram danificadas com a chuva de granizo no município. Moradores foram levados para abrigos em duas escolas, de acordo com o G1-Rio Grande do Sul.

Leia mais:
» Tempo: Cidades do Rio Grande do Sul registram granizo nesta 5ª feira; veja vídeos e fotos

O mapa de precipitação acumulada dos próximos sete dias do Inmet aponta que no período chuvas serão registradas sobre a maior parte do Brasil, mas os volumes mais altos ficam sobre o Norte do país. O Nordeste terá pior condição. No Sul, as chuvas ficam entre moderadas a fracas na maior parte da região.

O mapa de previsão do Inmet mostra que o estado do Paraná até pode receber chuvas nos próximos dias, confirmando as informações do SIMEPAR (Sistema Meteorológico do Paraná) dadas ao Notícias Agrícolas na véspera. No entanto, segundo o sistema, as precipitações devem ser em forma de pancadas e pouco abrangentes.

"Esperamos chuvas nos próximos dias e hoje, inclusive, já chove em algumas áreas, mas com irregularidade e em baixos volumes. O mês de outubro deve se encerrar com precipitações abaixo da média. Teremos os próximos cinco a sete dias sem grandes mudanças", afirma Reinaldo Kneib, meteorologista do SIMEPAR.

Veja o mapa de precipitação acumulada nos próximos 7 dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nos próximos 7 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

No período de 18 até 26 de outubro, o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), mostra que chuvas devem ser vistas sobre a maior parte do país em baixos a moderados volumes. Partes do Sul e Nordeste terão baixos volumes.

Nos dias 26 de outubro até 03 de novembro, as precipitações devem se acumular sobre a maior parte do país, mas os volumes ficam mais altos sobre pontos da região Sudeste e Sul do país. Enquanto isso, em áreas da região Nordeste do Brasil, o tempo ficará mais seco.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 18 de outubro até 03 de novembro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 18 de outubro até 03 de novembro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Colheita de trigo em São Borja (RS) Envio de Joca Daronch
Colheita de trigo em São Borja (RS) Envio de Joca Daronch

Colheita de trigo em São Borja (RS) Envio de Joca Daronch
Colheita de trigo em São Borja (RS) Envio de Joca Daronch

Milho P2719 VYH em Campo Erê (SC).
Milho P2719 VYH em Campo Erê (SC).

Foto em Caarapó (MS). Envio do Produtor Família Guedin
Foto em Caarapó (MS). Envio do Produtor Família Guedin

Trigo em Constantina (RS). Envio de Oberti Dal Alba
Trigo em Constantina (RS). Envio de Oberti Dal Alba

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas e @jornalistadotempo ou use as hashtags #jornalistadotempo ou #imangensdodia

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião | Instagram @jornalistadotempo
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário