Suíno Vivo: No Dia Nacional do Suinocultor, preços se encontram estáveis nas principais praças

Publicado em 24/07/2014 14:59 e atualizado em 25/07/2014 12:26 319 exibições

Nesta quinta-feira (24), Dia Nacional do Suinocultor, os preços do suíno vivo continuam estáveis em todas as principais praças do país, após apresentar altas pontuais durante a segunda quinzena de junho e a primeira quinzena de julho.

A projeção para este segundo semestre, no entanto, é positiva, uma vez que o setor aguarda um incremento nas exportações e uma valorização dos preços internacionais. As perdas causadas pela Epidemia da Diarreia Suína (PED) em países como Estados Unidos, Canadá e México.

A Coreia do Sul, por sua vez, deve elevar suas importações de carne suína e bovina, uma vez que foi confirmado um caso de febre aftosa em uma fazenda de criação de suínos no país. A doença chega no momento em que os preços da carne se encontram elevados para os coreanos por conta da demanda de outras carnes.

No entanto, não foram registrados embarques brasileiros de carne suína para o país. Nos seis primeiros meses do ano, a Coreia do Sul importou 170 mil toneladas principalmente dos Estados Unidos, da Alemanha e do Canadá.

Confira os preços do suíno vivo nas principais praças:

Suíno vivoFonte: Suino.com
Estado Preço Máximo (R$/kg vivo) Variação (%)
Santa Catarina 3,60 0,00
Paraná 3,51 0,00
Rio Grande do Sul 3,64 0,00
São Paulo 4,05 0,00
Mato Grosso 3,00 0,00
Goias 3,90 0,00
Minas Gerais 3,90 0,00
BRF/SC* 3,00 0,00
Aurora/SC* 3,10 0,00
Pamplona/SC* 3,00 0,00
Tags:
Por:
Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário