Frango vivo: Mercado encerra setembro sem modificações nos preços

Publicado em 30/09/2016 18:14
76 exibições

Os preços do frango vivo no mercado independente enceraram setembro sem modificações frustrando a expectativa de recuperação nas margens, prejudicada pela alta dos custos de produção.

Em São Paulo o preço médio negociado ficou em R$ 3,10/kg, porém há relatos de negócios abaixo da referência. Já em Minas Gerais o valor de referência permanece em R$ 3,30/kg, segundo o levantamento realizado pelo economista do Notícias Agrícolas, André Lopes.

Para o analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Iglesias, "não houve resposta em termos de preço devido ao desajuste na produção, que permanece em patamares bem elevados. Para os meses de outubro a dezembro, tudo indica que poderá ocorrer um movimento de alta nos preços no mercado interno, mas para isso é preciso estabelecer um maior ajuste das ofertas”, ressalta.

>> Abate de frango no Paraná cresce 8,8% no acumulado de 2016

Em contrapartida, no mercado atacadista a cotação chegou a fim de setembro nos níveis nominais mais altos já registrados pelo Cepea, em série iniciada em 2004. A carcaça resfriada e a congelada registram média de R$ 4,56/kg neste mês.

"A queda na produção, associada a um aquecimento recente nas exportações, já vinham reduzindo a disponibilidade interna da carne, elevando as cotações. Em setembro, o impulso veio ainda do aumento nos preços da carne bovina”, informou o Centro em nota.

Dessa forma, a relação de troca entre a proteína bovina e a de frango está em 2,1, ou seja, com o preço de um quilo de boi casado no atacado, é possível adquirir 2,1 quilos de carcaça de frango. Em agosto esta relação era de 1,9 segundo relatório da Scot Consultoria.

>> Evolução da demanda ditará preços das carnes no último trimestre do ano

Importação de milho

NA quarta-feira (28) a Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou a redução8% para zero por cento da tarifa de importação de milho de terceiros países (fora do Mercosul).

Segundo o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Odilson Ribeiro e Silva, as decisões da Camex visam a garantir o abastecimento do produto no mercado interno.

>> China suspende compras de carne de frango de 5 unidades no Brasil, incluindo da JBS e BRF

Exportações

Nos embarques de carne de frango in natura, os números são positivos para o mês de setembro, segundo dados parciais divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em 16 dias úteis, as exportações chegaram a 273,9 mil toneladas, com média diária de 17,1 mil toneladas.

Na comparação com o volume por dia registrado em agosto houve o acréscimo de 19,7%, enquanto que em relação a setembro de 2016 os embarques registraram o crescimento de 7,9%. Em receita, os dados apontam para US$ 446,8 milhões, com valor por tonelada em US$ 1.630,9.

“Para o último trimestre do ano, a tendência é de continuidade de um bom movimento das exportações”, afirma Iglesias.

Por: Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário