Trigo: moinho nacional pode ser favorecido ao comprar na Argentina

Publicado em 15/01/2014 09:41 e atualizado em 15/01/2014 11:47 610 exibições
informações do Cepea

O anúncio de que o governo argentino autorizou a exportação de 1,5 milhão de toneladas de trigo movimentou o setor tritícola nesta semana. A liberação dos embarques da Argentina, principal fornecedora nacional, deve favorecer o importador brasileiro, já que as compras no país vizinho estão livres da TEC (Tarifa Externa Comum). Além disso, o frete do trigo vindo da Argentina é bastante inferior ao importado do Hemisfério Norte. Segundo pesquisadores do Cepea, por outro lado, a maior entrada de trigo argentino no mercado brasileiro pode elevar a competição com o produto nacional e pressionar as cotações internas – ou, pelo menos, limitar novas altas. O volume exportado pela Argentina pode crescer nos próximos meses e, segundo cálculos do Cepea, até julho, o Brasil precisará importar cerca de 4 milhões de toneladas.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • João Biermann Tapera - RS

    Favorece o moinho, desfavorece o produtor... Mas tem a desculpa que o pão iria se tornar muito caro, inflação blábláblá

    0