Clima favorece safra de grãos da Ucrânia e Rússia

Publicado em 02/06/2014 18:00 412 exibições

O clima favorável em maio melhorou as perspectivas para a safra de grãos 2014 da Rússia e Ucrânia, aliviando riscos relacionados à falta de financiamento disponível para o cultivo ucraniano, disseram analistas e operadores.

Os dois países vizinhos são grandes exportadores pela região do Mar Negro, embarcando grãos para o norte da África e Oriente Médio. Apesar da limitação de recursos para fazendeiros devido à crise política na Ucrânia, o cultivo de grãos na primavera tem ficado abaixo do ritmo normal.

Veja a notícia na íntegra no site da Reuters

 

Sistema Farsul propõe redução do ICMS do trigo

Em encontro com o governador Tarso Genro, nesta segunda-feira (02.06), no Palácio Piratini, o presidente do Sistema Farsul, Carlos Sperotto, propôs que o Estado reduza temporariamente a alíquota de ICMS sobre saídas interestaduais do trigo, como forma de incentivar a comercialização do produto armazenado. Os produtores sugerem redução de 8% para 2% no imposto, de forma a igualar o percentual cobrado no Rio Grande do Sul com o praticado no Paraná, o outro grande produtor brasileiro. A medida valeria por até dois meses, ou enquanto durasse o estoque gaúcho, estimado em 900 mil toneladas de trigo.

Apesar dessa disponibilidade no mercado local, indústrias do centro do país pressionam para que o governo elimine a Tarifa Externa Comum do Mercosul (TEC), de 10%, para tornar o cereal importado mais barato. “Estamos com apoio forte do Ministério da Agricultura no sentido de não haver retirada da TEC enquanto temos estoque. Mas ainda existe uma distância grande entre nossa produção e a região onde fica a maior parte dos moinhos, no Paraná e em São Paulo, que retira a competitividade de nosso produto. Já que não podemos diminuir essa distância, podemos pelo menos igualar nossa alíquota de ICMS, para incrementar o fluxo de comercialização”, afirma Sperotto.

O Rio Grande do Sul foi o Estado que mais produziu trigo no país em 2013, com 3,178 milhões de toneladas, segundo a Conab.

 

Tags:
Fonte:
Reuters

0 comentário