Situação do trigo no Paraguai é "muito séria"; perdas podem chegar a 40%

Publicado em 28/07/2017 10:19 2570 exibições

Os cultivos de trigo no Paraguai foram duramente golpeados por intensas geadas, com perdas que poderiam alcançar 30% a 40% da área, informou Luis Cubilla, assessor agrícola da Câmara Paraguaia de Exportadores e Comercializadores de Cereais e Oleaginosas (Capeco), ao Grupo Trigo.

Ainda que o número se trate de uma estimativa primária, "a situação foi muito séria", disse. "A última vez que temperaturas tão baixas foram registradas, com geadas, foi em 1975", contou. Em algumas localidades, a temperatura atingiu -6ºC.

"Por excesso de chuvas em abril, maio e parte de junho a maior parte do trigo não foi plantado na época mais adequada. Praticamente, tudo foi plantado em junho. Os trigos que foram plantados de forma mais tardia se salvaram. Aqueles que foram plantados antes, em abril, tiveram muitos problemas, pelos quais iremos considerar perda concreta", disse, apontando em, em 15 dias, será possível conhecer as perdas com exatidão.

A Capeco havia estimado anteriormente que 500.000 hectares foram plantados com o cereal. Entretanto, é provável que o Paraguai não alcance as 400.000 hectares e que o trigo seja suficiente apenas para cumprir as exigências do mercado interno.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
Grupo Trigo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário