Governo adia nova classificação do trigo

Publicado em 15/03/2011 08:14 304 exibições
Os triticultores foram atendidos e ganharam mais tempo para se adequar a nova classificação do trigo. Segundo garantiu ontem (14) o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, o governo tornará os padrões de qualidade mais rígidos somente na safra 2011/12. "As novas especificações serão adiadas por uma safra", frisou. Assim, a portaria que tornaria as regras válidas já para o grão plantado em abril e maio deve ser adiada. "Agora, isso depende apenas do processo burocrático", garantiu Rossi.

A notícia agradou aos produtores de trigo do Estado, que aguardavam a prorrogação da determinação, prevista para vigorar a partir de junho. "O anúncio é muito oportuno. Desta forma, teremos tempo para fazer o dever de casa, guardar e escolher a semente, buscar informações sobre os preços", disse o presidente da Câmara Setorial das Culturas de Inverno, Rui Polidoro Pinto. No entanto, os triticultores ainda esperam que a portaria equipare o rigor da classificação tanto no grão do mercado interno quanto do externo. "Precisamos encaixar nosso produto e o importado nas mesmas condições."

Além do trigo, Wagner Rossi dedicou atenção às questões orizícolas. "No dia 22, estarei com o ministro da Agricultura da Argentina, Julián Domínguez, para tratar dos negócios que envolvem o Mercosul", revelou. O bloqueio a importações de arroz de outros países do bloco vem sendo cobrado por lideranças arrozeiras, que defendem uma suspensão temporária na operação para valorizar o produto brasileiro. "Todos os contatos são importantes. Precisamos que a situação mude", destacou o presidente da Câmara do Arroz, Francisco Schardong.

Sobre a prorrogação do PSI com juros mais altos a partir de abril, o ministro limitou-se a apoiar a proposta do presidente da Câmara Federal, Marco Maia, de transformar o programa em lei e incluí-lo na política pública.

Tags:
Fonte:
Correio do Povo

0 comentário