Hortifruti: folhosas, legumes e frutas registram queda nas cotações em 2010 com concorrência de importados.

Publicado em 29/12/2010 10:34 e atualizado em 29/12/2010 12:14 953 exibições

O ano de 2010 para o mercado de hortifruti foi positivo apenas para algumas culturas. Porém, para a maioria delas os preços ficaram pressionados durante o tempo todo.

Folhosas, legumes e frutas registraram queda nas cotações por conta de uma combinação de fatores como o excesso de produção, a concorrência com produtos importados, o câmbio desfavorável e até mesmo a ausência de problemas climáticos.

Segundo Flávio Godas, economista do Ceagesp, com os preços em baixa durante todo o ano, os produtores brasileiros estão descapitalizados e com sua rentabilidade prejudicada.

Diante disso, a tendência para 2011 é a de uma recuperação dos preços, já que os agricultores devem investir menos em suas produções, provocando uma redução na oferta, explicou o economista.

Godas alerta também para a forte influência do dólar. Caso a moeda norte-americana se mantenha em baixas, as exportações dos produtos brasileiros podem ficar comprometida e as importações continuarem aumentando.

Ainda de acordo com o economista, os atacadistas quando não encontram o produto nacional ou por conta de algum aspecto sazonal, vão buscar em outros mercados. Os itens importados têm boa aceitação no mercado e podem contribuir para uma melhora na qualidade da produção brasileira.

Para que possam competir igualmente, os produtores do Brasil acabam investindo em melhorar seus padrões e, com isso, nos últimos 10 anos o ganho de qualidade visto no mercado de hortifruti do Brasil foi bastante positivo.

Alguns dos principais itens de importação do Brasil são frutas como pêra e maçã e também produtos como alho e cebola. No caso das exportações, a liderança é para as frutas, como melão, uva e citros.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário