Laranja: Uso do carbendazim é banido no Brasil após polêmica com EUA

Publicado em 06/02/2012 13:27 2532 exibições
O carbendazim foi banido da lista dos defensivos autorizados para o combate de pragas nos pomares brasileiros. A decisão foi anunciada pelo Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura) na última sexta-feira (3), dpeois que os Estados Unidos recusaram 20 carregamentos de suco do Brasil e do Canadá com níveis do químico acima do permitido pelas autoridades norte-americanas.

"O carbendazim é um produto seguro, aprovado pela legislação brasileira e presente em muitos países, mas seu uso agora implica em um risco comercial para o Brasil", explicou o presidente do fundo, Lourival Carmo Monaco.

Para Monaco, os citricultores brasileiros serão capazes de controlar adequadamente as doenças sem o uso do carbendazim. O presidente do Fundecitrus afirma ainda que há mais de uma dezena de produtos que podem suprir essa lacuna "e ainda com vantagens".

Essa substituição do fungicida por outros mais modernos não deverá impactar em um aumento do custo de produção, como garantiu o presidente.  "É preciso ver o custo-benefício, a dosagem adequada. Não haverá prejuízo ao citricultor".

Monaco diz ainda que uma nova lista de recomendações técnicas para o controle da pinta preta deve ser divulgada em algumas semanas.

Com informações do Valor Econômico.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Geraldo Almeida Souza Alagoinhas - BA

    Ao contrário do que diz a notícia acima, o carbendazim ainda não foi banido da citricultura brasileira. A Câmara Setorial da Citricultura do MAPA deverá recomendar a suspensão temporária do seu uso, até que o problema da restrição ao suco de laranja brasileiro, pelos EUA, seja equacionado, quando se terá uma posição definitiva sobre o emprego daquele fungicida.

    0