Publicidade

PR: Governador autoriza obras para revitalização do Porto de Antonina

Publicado em 26/10/2012 15:25 590 exibições
Serão reformados o prédio administrativo e a guarita de controle. Fora isso, será iniciada a dragagem do canal de acesso ao Porto de Antonina.
O governador do Paraná, Beto Richa, autorizou nesta sexta-feira (26), o início do processo licitatório para a revitalização do prédio administrativo do Porto Barão de Teffé, em Antonina.  A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) dará início ao processo licitatório com valor máximo de R$ 691 mil e que prevê a reforma do prédio administrativo e da guarita de controle.

   “Esta é apenas mais uma ação que estamos promovendo no grande plano de revitalização do Porto de Antonina. A movimentação de mercadorias fechou o ano de 2011 com aumento de 400%, totalizando 1,5 milhão de toneladas movimentadas. E  este ano a quantidade de produtos movimentados já é 10%  maior que no ano passado e logo o porto começará a trabalhar com os serviços off shore para a indústria do pré sal, trazendo emprego e renda para a região”, afirmou o superintendente dos portos do Paraná, Luiz Henrique Dividino.  

   O prédio que será reformado tem 400 metros quadrados distribuídos em dois pavimentos. Desde 2006 ele está vazio por falta de condições de uso. A guarita de controle tem também dois pavimentos e soma 25 metros quadrados de área. A licitação prevê ainda obras para facilitar a acessibilidade aos prédios. Uma vez concluída a licitação, a previsão é que a obra seja feita em quatro meses a contar da assinatura do contrato.

Melhorias – Dentro do pacote de melhorias do governo do Paraná para Antonina está a recuperação de cargas para o porto, o uso de áreas ociosas para serviços off shore e a dragagem do Porto. 

   A primeira empresa a se instalar em Antonina é a Techint, que obteve permissão de uso temporário de uma área de 100 mil metros quadrados que estava sem uso. A companhia vai instalar em Antonina estrutura para construção de plataformas. O trabalho, além de promover a geração de empregos em Antonina e região, vai gerar arrecadação de receita para a Appa.

Movimentação – O Porto de Antonina, que vem recuperando sua movimentação, fechou setembro com alta de 10% na movimentação de mercadorias. Foram 873,9 mil toneladas de produtos movimentados pelo terminal. A maior parte da soma é formada pela importação de fertilizantes, que totalizou 770 mil toneladas até setembro. O terminal também está realizando algumas operações de exportação de açúcar com aproximadamente 68 mil toneladas do produto exportados até agora.
 
Dragagem – Além disso, o governo está promovendo a dragagem do canal de acesso aos portos paranaenses. A primeira fase dos trabalhos, que abrange a entrada do Canal da Galheta até o Porto de Paranaguá, está quase 90% concluída. O lote dois da dragagem de manutenção prevê trabalhos no canal de acesso ao Porto de Antonina. Serão retirados 1 milhão de metros cúbicos de sedimentos. Para isso, uma draga com capacidade de cisterna de 5 mil metros cúbicos será utilizada. 

A draga que está trabalhando no canal de acesso ao Porto de Paranaguá é bem maior, com 17 mil metros cúbicos de cisterna, não sendo adequada para realizar os trabalhos em Antonina. Os trabalhos devem começar assim que for concluída a etapa de Paranaguá. Com a dragagem, o canal de acesso ao Porto de Antonina possibilitará o acesso de navios de até 8,9 metros. Hoje, o calado permitido em Antonina é de 7,10m.
Tags:
Fonte:
APPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário