Milho: Falta de armazéns enfraquece cotações no mercado interno, diz Cepea

Publicado em 21/08/2012 11:08 1337 exibições
As cotações do milho caíram nos últimos dias no mercado brasileiro, deixando, agora, vendedores preocupados com a continuidade das quedas. Pesquisadores do Cepea comentam que as baixas estiveram atreladas ao déficit de armazéns e também à necessidade de “fazer caixa” por parte de muitos produtores. Em Mato Grosso, por exemplo, há muitos lotes de milho armazenados a céu aberto, com produtores interessados em vendê-los o quanto antes. Para compradores do Brasil, este pode ser o momento de reabastecer estoques e aliviar as margens, especialmente no caso dos setores de carnes. Segundo pesquisadores do Cepea, essas quedas, entretanto, podem ser pontuais, tendo em vista que fatores de médio e longo prazos continuam altistas. Um dos aspectos que pode dar sustentação aos preços internos são as exportações, que seguem em bom ritmo, ainda que abaixo do esperado devido às greves de agentes do Governo Federal. Paralelamente, as secas no leste europeu e na Rússia podem fazer com que países da Ásia e do Oriente Médio intensifiquem as compras de milho do Brasil.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Esta historia de 'milho faltando' está mal contada. Parece obvio e ululante que o problema é o EXCESSO de bichos para comê-lo. Toda vida foi assim, um ano os criadores de frango, suinos e vacas de leite dão risada dos plantadores de milho e no outro os plantadores riem dos criadores sendo que a soluçao é mais do que conhecida. Sentar-se, e combinar para rirem juntos o tempo todo!!! Ainda tem o etanol...

    0