Milho retorna do feriado somando novas baixas na B3

Publicado em 22/04/2020 09:20 e atualizado em 22/04/2020 12:09 453 exibições
Chicago abre a 4ªfeira em alta com possibilidade de compras chinesas

LOGO nalogo

Os preços futuros do milho na bolsa brasileira (B3) voltam do feriado desvalorizados nesta quarta-feira (22). As principais cotações operavam com até 1,41% negativo por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à R$ 45,05 com queda de 0,46%, o julho/20 valia R$ 42,00 com baixa de 1,41%, o setembro/20 era negociado por R$ 41,37 com perda de 1,03% e o novembro/20 tinha valor de R$ 43,26 com desvalorização de 1,23%.

Mercado Externo

Já na Bolsa de Chicago (CBOT), os preços internacionais do milho futuro abrem a quarta-feira (22) operando no campo positivo das cotações, com as principais operações subindo entre 2,00 e 3,00 pontos por volta das 08h59 (horário de Brasília).

O vencimento maio/20 era cotado à US$ 3,12 com baixa de 3,00 pontos, o julho/20 valia US$ 3,20 com desvalorização de 3,00 pontos, o setembro/20 era negociado por US$ 3,24 com queda de 2,50 pontos e o dezembro/20 tinha valor de US$ 3,34 com perda de 2,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os contratos futuros de milho foram mais altos nas negociações durante a noite, com a especulação de que a China está considerando relaxar as tarifas de importação do grão para aumentar os estoques.

“A nação asiática no início deste ano emitiu isenções de cerca de 2 milhões de toneladas de milho em uma tentativa de aumentar os estoques”, aponta o analista Tony Dreibus.

Ainda assim, a publicação destaca que os preços estão sendo limitados pelas preocupações com a demanda por alimentos, já que os frigoríficos de todo o país fecharam em uma tentativa de impedir a propagação do COVID-19.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira:

>> Milho: Forte oferta sustenta baixas em meio à crise do petróleo e Chicago encerra no negativo

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário