Milho: dólar sobe e puxa cotações na B3

Publicado em 20/08/2020 09:23 e atualizado em 24/08/2020 14:51 542 exibições
Chicago segue em baixa após reportes de altas produtividades

LOGO nalogo

A quinta-feira (20) começa com os preços futuros do milho subindo na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,18% e 1,53% por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à R$ 60,69 com alta de 1,42%, o novembro/20 valia R$ 59,94 com elevação de 1,34%, o janeiro/21 era negociado por R$ 60,10 com valorização de 1,18% e o março/21 tinha valor de R$ 59,19 com ganho de 1,53%.

Mais uma vez, os contratos do cereal brasileiro acompanhavam as flutuações cambiais. Por volta das 09h23 (horário de Brasília), o dólar subia 1,24% e era cotado à R$ 5,62.

Mercado Externo

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) abre o dia em queda para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações negativas de 2,25 pontos por volta das 09h09 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/20 era cotado à US$ 3,22 com queda de 2,25 pontos, o dezembro/20 valia US$ 3,37 com perda de 2,25 pontos, o março/21 era negociado por US$ 3,50 com desvalorização de 2,25 pontos e o maio/21 tinha valor de US$ 3,58 com baixa de 2,25 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, o milho recua pelo terceiro dia consecutivo, enquanto os traders definem os danos recentes da tempestade e o clima seco no meio-oeste contra geralmente grandes perspectivas para os rendimentos da colheita.

“O mercado não está mais se apoiando no USDA de agosto para previsão da produção de milho. Vai ser interessante ver o que a pesquisa de acompanhamento do USDA em Iowa encontra como área cultivada", disse Nathan Cordier da consultoria Agritel.

Gus Trompiz, da Reuters Paris, destaca ainda que Os mercados de grãos também aguardam os números semanais de exportação dos EUA, bem como qualquer novo anúncios de venda relâmpago, para ver se a forte demanda da China foi continua apesar das tensões diplomáticas entre Washington e Pequim.

Relembre como fechou o mercado na última quarta-feira:

>> Milho: 4ªfeira contabiliza ganhos no físico e na B3

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário