Boletim Focus: Mercado reduz PIB para 0,9% e espera taxa de juros em 11%

Publicado em 28/07/2014 09:35 314 exibições

A economia brasileira deverá crescer menos em 2014 e a inflação tende a registrar uma alta menor do que o estimado anteriormente. Essas são as previsões dos economistas do mercado financeiro, captadas na semana passada por meio de pesquisa feita pelo Banco Central com mais de 100 instituições financeiras.

Segundo o relatório de mercado, divulgado nesta segunda-feira (28) pelo BC, a previsão dos economistas dos bancos para a alta para o PIB neste ano caiu de 0,97% para 0,9%. Foi a nona queda seguida. Para 2015, a previsão do mercado de alta do PIB ficou estável em 1,5%.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o crescimento da economia.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.

No Valor: Mercado espera inflação de 6,41% em 2014 e reforça taxa de juro em 11%

Os analistas do mercado financeiro reduziram suas projeções para inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2014 e para os próximos 12 meses, embora tenham voltado a elevar a estimativa para o próximo ano. 

De acordo com o boletim Focus do Banco Central (BC), a mediana de projeções para a alta do IPCA nos próximos 12 meses passou de 5,95% para 5,94%. A estimativa para a inflação em 2014 recuou de 6,44% para 6,41%.

O ajuste ocorre depois de o BC deixar claro que pretende manter os juros estáveis, a despeito do ritmo mais fraco da economia, e de anunciar medidas de afrouxamento do crédito no fim da semana passada. Na avaliação de economistas ouvidos pelo Valor, embora tenham potencial pequeno para adicionar pressão à inflação, as medidas anunciadas podem influenciar negativamente as expectativas. Para 2015, segundo o Focus, a mediana de projeções para a inflação medida pelo IPCA saiu de 6,12% para 6,21%. 

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
G1 + Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário