Governo libera Petrobrás para reajustar gasolina, mas estatal adia anúncio para dia 14

Publicado em 04/11/2014 19:22 327 exibições
Em comunicado Petrobras diz que ainda não há decisão sobre reajuste no preço de combustíveis

O governo já decidiu liberar a Petrobrás para reajustar o preço dos combustíveis. Mas o porcentual e a data do aumento não ficaram definidos na reunião desta terça-feira do conselho de administração da estatal - que durou mais de nove horas. Um novo encontro foi marcado para o próximo dia 14, quando, além do reajuste, é também esperada a divulgação do balanço financeiro da empresa no terceiro trimestre.

O último reajuste nos preços dos combustíveis dado pela Petrobrás entrou em vigor no dia 30 de novembro do ano passado, quando a gasolina foi reajustada em 4% e o óleo diesel em 8%.

Ao deixar a reunião do conselho em Brasília, a presidente da Petrobrás, Graça Foster, evitou falar sobre o assunto. "Reajuste de combustível não se anuncia, pratica-se", disse. Mais tarde, a estatal soltou um comunicado em que reiterava que, até o momento, não havia definição quanto ao reajuste no preço da gasolina e do diesel. 

Dia 14 é a data limite para a publicação do balanço pelas regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A demora na divulgação do resultado se deve a questionamentos feitos pela auditora PricewaterhouseCoopers (PwC). O Broadcast adiantou no domingo que entre eles estavam o pedido da auditoria para a saída do presidente da Transpetro, Sérgio Machado, citado nas investigações da Operação Lava Jato.  

 

A NOTA DA PETROBRAS: 

"Em relação ao reajuste de preços, a companhia reitera o que foi divulgado em comunicado ao mercado no dia 29/10/2014, que este assunto é discutido frequentemente pela sua Diretoria Executiva e pelo seu Conselho de Administração, mas, até o momento, não há decisão quanto a reajuste no preço da gasolina e do diesel", afirmou em nota ao mercado.

Fonte:
Estadão e Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário