No Twitter, Trump diz que acordo com a China só ocorrerá após encontro com Xi Jinping

Publicado em 31/01/2019 12:51
225 exibições

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que as negociações comercias com a delegação chinesa em Washington "estão indo bem" mas que só chegará a um acordo após se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping.

"A China não quer aumentar as tarifas e acredita que será muito melhor se eles negociarem. Eles estão corretos", disse o mandatário no Twitter nesta quinta-feira, 31.

Trump acrescentou que "nenhum acordo final será atingido até que eu e meu amigo presidente, Xi Jinping, nos encontremos para discutirmos os pontos mais difíceis".

Leia a notícia na íntegra no site SeuDinheiro

Leia ainda:

>> Mercado internacional da soja espera por resultados de nova reunião entre EUA e China

Trump diz estar otimista com negociações comerciais entre EUA e China

LOGO REUTERS

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar otimista nesta quinta-feira sobre as negociações comerciais de alto nível com autoridades chinesas em Washington, mas afirmou que não haverá um acordo final até seu encontro com o presidente chinês, Xi Jingping.

Os Estados Unidos e a China iniciaram uma rodada de negociações na quarta-feira, com o objetivo de reduzir as divergências nas práticas de propriedade intelectual e transferência de tecnologia da China e encerrar uma guerra tarifária que já dura meses.

Trump deve se encontrar com o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, na Casa Branca, à medida que as negociações chegam ao fim nesta quinta-feira.

"Os principais negociadores comerciais da China estão reunidos nos EUA com nossos representantes. As reuniões estão indo bem, com intenções e espíritos bons de ambos os lados", disse Trump no Twitter.

"Nenhum acordo final será feito até que meu amigo, o presidente Xi, e eu, nos encontremos no futuro próximo para discutir e chegar a um acordo sobre as disputas e pontos mais difíceis."

Trump disse que os negociadores estão trabalhando para concluir um acordo, para não deixar "NADA sem ser resolvido" antes do prazo final de 1 de março, estabelecido em um acordo entre ambos os lados.

(Por Doina Chiacu e Susan Heavey)

Fonte SeuDinheiro + Reuters

Nenhum comentário