Dados dos EUA pesam nas bolsas da Ásia

Publicado em 14/01/2011 07:27 218 exibições
Os investidores não reagiram bem aos recentes números de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos, divulgados ontem. A notícia de que as novas solicitações do benefício chegaram a 445 mil na semana encerrada em 8 de janeiro – 35 mil a mais que na semana anterior – provocou nova retração em grande parte do mercado acionário da Ásia nesta sexta-feira.

Em Tóquio, o índice Nikkei 225 caiu 0,86%, para 10.499,00 pontos, com as ações da Canon recuando 1,30% e as da Nissan, 1,40%. Na bolsa de Xangai, o Shanghai Composite teve queda ainda mais acentuada, de 1,29%, voltando aos 2.791,34 pontos.

O Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, fechou quase estável, com ligeira desvalorização de 0,03%, aos 8.972,51 pontos.

Apesar da queda nos preços das commodities – que levou as ações das mineradoras australianas ao vermelho – o S&P/ASX 200, da bolsa de Sydney, encerrou o último pregão da semana em campo positivo. O indicador subiu 0,13%, para 4.801,50 pontos, com o auxílio das ações do setor bancário. Os papéis do National Australia Bank ganharam 0,70% e os do Commonwealth Bank Australia, 0,55%.

Na bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,18%, para 24.283,20 pontos e, em Seul, o índice Kospi subiu 0,89%, para 2.108,17 pontos.

Fonte:
Valor Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário