Pedro e o lobo - As commodities em 2011

Publicado em 19/08/2011 10:29 e atualizado em 09/03/2020 19:22 1471 exibições
Por Pedro Djeneka, analista de mercado da corretora RJ O'Brien, de Chicago.
O tema de hoje nos leva de volta a infância... Quem aqui não se lembra da história de O Pedro e o lobo.  Lembram?

A fábula conta a história do garoto Pedro, um jovem pastor, que todos os dias levava um rebanho de ovelhas ás montanhas perto de sua aldeia.  Um certo dia, o jovem pastor, entediado enquanto tomava conta das ovelhas, resolver pregar uma peça nos habitantes de sua aldeia...  correu lá de cima das montanhas gritando para todos na aldeia ouvir: 

“Socorro, um lobo, um lobo está atacando as ovelhas!”
 
Os habitantes da aldeia saem correndo para ajudar Pedro e as ovelhas... quando chegam ás ovelhas, vêem que não há lobo algum e ali está o jovem garoto rindo ás fartas.

No dia seguinte, Pedro resolve fazer a “pegadinha” novamente... os habitantes da vila, novamente saem para socorrê­lo, e mais uma vez, são vítimas da brincadeira de mal gosto do garoto.

O garoto repetiu a “brincadeira” por mais alguns dias... o pessoal da aldeia não aguentava mais. Passam-se alguns dias sem a brincadeira de mal gosto do jovem pastor... até que, ali vem ele novamente gritando:

“Socorro, um lobo, um lobo, me ajudem por favor!”

Ahhh, mas dessa vez não pegou ninguém – nenhum morador da aldeia acreditava mais no garoto, estavam todos “imunes” ás brincadeiras de Pedro...

Só que desta vez, Pedro falava a verdade, ninguém foi ajudá-lo á defender as ovelhas e o lobo fez seu banquete com as pobres ovelhas...
 
Agora lembram né? Claro que sim...

MORAL DA HISTÓRIA:
“Ninguém acredita em mentirosos, mesmo quando estes dizem a verdade”.

O que nos leva exatamente ao que ocorre hoje nos mercados...“Hããããã!? Ficou louco Pedrão, não tem nada a ver uma coisa com a outra...”

Ahhhh mas tem sim... MUITO A VER!

Commodities Agrícolas

Vamos direto ao mais recente relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o USDA, de quinta-feira, 11 de agosto, e a subsquente reação do mercado. Em resumo, o relatório trouxe números de produção e estoques para as safras de milho e soja nos EUA, abaixo do esperado pelos analistas.
 
O número esperado de estoques para o ano que vem tanto no ilho quanto na soja foram EXTREMAMENTE baixos. Também bem abaixo do esperado foram os números de expectativa de rendimento das safras atuais de milho e soja, 153 bushels por acre e 41,4 bpa respectivamente.
 
A realidade é, os números que o USDA anunciou neste relatório, em condições normais, são mais que suficientes para provocar uma reação de extremamente altista no mercado.  E logo após o anúncio dos números, que precede a abertura do mercado aqui em Chicago em 2 horas, muitos analistas, inclusive eu, esperavam este tipo de reação no mercado.  As chamadas de abertura para aquela quinta‐feira, logo após o relatório era de limite de alta em  milho (30c), soja (70c) e trigo (60c).
 
Porquê? Simplesmente porque os dados anunciados pelo USDA, apresentam provas o suficiente de que o mercado necessita “racionar” milho e soja principalmente, para não arriscar escassez interna dos produtos em 2012. 
 
Porque então a reação “morna” do mercado naquele dia? Ahhhhhh... aí que é a moral da história!  Aí que entra o conto do “Pedro e o Lobo”. Lembrem que a moral do conto é: “Ninguém acredita em mentirosos, mesmo quando estes dizem a verdade”.

Clique no link abaixo e veja uma análise detalhada feita pelo analista Pedro Djeneka, da corretora RJ O'Brien, sobre como o cenário macroeconômico vem influenciando as commodities agrícolas e apontando as semelhanças com a crise vivida pelo mercado em 2008. 

>> Pedro e o lobo - Commodities Agrícolas

Confira a entrevista do analista Pedro Dejneka no programa Mercado&Cia

Fonte:
Pedro Djeneka

0 comentário