Demanda chinesa aquecida estimula altas da soja em Chicago

Publicado em 17/05/2012 12:28 1097 exibições
Nesta quinta-feira, a soja iniciou o pregão regular em alta, com bons avanços para os contratos mais próximos, referentes à safra 2011/12. Por volta de 12h05 (horário de Brasília), o vencimento julho operava com 21,25 pontos de alta, cotado a US$ 14,13 por bushel, e o agosto, com 17,25 pontos positivos, valendo US$ 14,13. 

Segundo analistas, o principal estímulo ao mercado na sessão de hoje é a demanda aquecida pela soja norte-americana, ainda mais em dias de uma oferta preocupantemente escassa. Hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou a venda de 480 mil toneladas de soja para a China a serem entregues na safra 2011/12. 

O anúncio de hoje confirma o quadro fundamental positivo, principalmente sobre a procura do mercado internacional oleaginosa dos EUA depois da severa quebra na safra da América do Sul. 

Safra 12/13 - As expectativas agora são bastante sérias sobre a safra 2012/13. O que se espera é uma safra cheia nos Estados Unidos, porém, estoques ainda menores do que os registrados nesta temporada. Além disso, a produção da América do Sul deve se recuperar e projeções já sinalizam um aumento de 16% da safra global de soja.

O mercado já começa a sentir essa recuperação das safras e por isso a diferença das altas entre as posições mais curtas e mais distantes. Porém, na sessão diurna de hoje os preços parecem se recuperar e operam com altas de dois dígitos. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário