Prêmios de soja, influenciados pela oferta restrita no mundo, continuam favorecendo bons negócios

Publicado em 29/05/2012 11:00 1065 exibições
ANO PREMIADO: O preço interno da soja varia de acordo com o prêmio, dentro outros fatores. O prêmio, que é um bônus/ônus atribuído à tonelada da soja no porto pelo interesse da aquisição dos grãos (cotado em US$/bushel), acompanhou a alta do mercado, situação inversa do que ocorre normalmente. Como a demanda, desde o início de 2012, se manteve aquecida e a produção inferior ao previsto, o prêmio para a safra 2011/12 vem se mantendo positivo. Este foi um dos fatores que fizeram com que o preço internamente continuasse em alta, pois, quando as cotações internacionais caíram, o prêmio em Santos subiu. As negociações para o mês de maio desde o início do ano tiveram prêmio, na maior parte do período, acima dos 60 pontos, ou seja, um plus de US$ 0,60/bu, ou US$ 1,32/sc. Essa alta no prêmio é reflexo da pouca disponibilidade do produto no mercado internacional, fato que leva nossos clientes a pagarem mais pela nossa soja. Para o oitavo e nono meses do ano os prêmios têm se mantido bem elevados, 95 e 120 pontos respectivamente, indicando que o estoque será muito pequeno para o período. Isso significa que esses valores de agosto e setembro darão um suporte de US$ 2,10 e US$ 2,65/sc, respectivamente, para os negócios fechados nesses meses referência.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário