Aprosoja: Área de soja deverá aumentar em 800 mil hectares na safra 12/13

Publicado em 10/08/2012 11:46 623 exibições
Levantamento aponta para incremento de 11,6% na área, chegando a 7,89 milhões de hectares plantados em Mato Grosso.
A safra 2012/13 de soja deverá ser recorde novamente em Mato Grosso. Segundo o terceiro levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) de estimativa de safra, a área plantada chegará a 7,89 milhões de hectares, um aumento de 11,6% em relação ao ano anterior, que foi de 7,07 milhões de hectares. A região que mais irá incrementar a área plantada com a oleaginosa será a Leste, conhecida como a nova fronteira agrícola do estado, e em seguida a região norte.

De acordo com o gestor do Imea, Daniel Latorraca, a produção da oleaginosa expandiu para áreas de pastagem. As regiões leste e norte aumentaram as áreas plantadas em 247 mil hectares e 237 mil hectares, respectivamente. Somadas, representam 59% do incremento que ocorrerá na próxima safra. A produtividade, no entanto, manteve-se na média de 51 sacas/hectare. “Muitas áreas novas ainda terão produtividade baixa porque são oriundas de pastagem com baixa rentabilidade e apresentam menor potencial produtivo”, explicou Latorraca.

Em relação à produção da safra 2012/13, o Imea-MT estima que serão colhidos 24,1 milhões de toneladas de soja, dois milhões de toneladas a mais do que na safra anterior, que foi de 21,3 milhões de toneladas.

Milho – O Imea também divulgou um novo levantamento para a segunda safra de milho em Mato Grosso. O instituto revisou os números a partir dos resultados obtidos no campo, com a proximidade do encerramento da colheita. A segunda safra de milho 2011/12 no estado será de 15,58 milhões de toneladas, 122,8% a mais do que a do ano passado, que foi de 6,99 milhões de toneladas. Os trabalhos no campo já superam os 95% de uma área total de 2,5 milhões de hectares.

No último levantamento divulgado em julho, quando a colheita ainda estava em 50%, a segunda safra já havia sido revisada pra cima, e a previsão era de 14,2 milhões de toneladas. “O novo volume, de 15 milhões, já era aguardado, visto o ganho de produtividade que foram alcançados. E a medida que a colheita avançava já estávamos aguardando este incremento. Este ano vários fatores contribuíram para a super safra de milho em Mato Grosso, entre eles o clima e a tecnologia empregada pelos produtores na lavouras”, explicou Latorraca.

Para o próximo ciclo de milho, a estimativa de área plantada na safra 2012/13 está em 2,9 milhões de hectares. Os produtores estão apostando mais na soja e no milho, especialmente por causa dos bons preços que estão sendo praticados nestas culturas atualmente.

A produtividade do milho, entretanto, não deverá se repetir no ano que vem. E o Imea prevê algo em torno de 80 sacas por hectare. A redução é considerada normal. “Este ano foi excepcional e não deve temos expectativa de que se repetirá na próxima safra”, explicou o gestor do Imea. Por causa disso, a produtividade também deverá ter queda de aproximadamente 10,9% - de 15,5 milhões de toneladas para 13,8 milhões de toneladas na safra 2012/13.

Conab – A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou nesta quinta o 11º levantamento da atual safra 2011/12 para o país e consolidou Mato Grosso na liderança da produção de grãos no Brasil. Segundo a Companhia, a produção total passou de 38,08 milhões de toneladas para 40,22 milhões/ton, correspondendo a 25% da produção total do Brasil.
O país terá recorde na safra de grãos 2011/2012 com 165,9 milhões de toneladas, apesar da quebra no Sul do Brasil.

O ministro da Agricultura e Pecuária, Mendes Ribeiro, creditou os resultados "surpreendentes" principalmente ao desempenho do milho segunda safra. "A safrinha virou safrão. Alcançamos um número extremamente significativo e isso nos permite fazer previsões bem otimistas e a rever o planejamento para a próxima safra. Talvez cheguemos aos 170 milhões de toneladas ainda este ano", destacou Mendes Ribeiro.
Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário