China compra mais 126 mil t de soja dos EUA nesta 6ª, mas segue distante da meta da fase um do acordo comercial

Publicado em 14/08/2020 11:37 e atualizado em 14/08/2020 16:13 1286 exibições

LOGO nalogo

A semana vai se encerrando com novos anúncios de vendas dos EUA para a China pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) acontecendo todos os dias. Nesta sexta-feira (14) foram mais 126 mil toneladas, também da safra 2020/21 e elevando o acumulado a mais de 1,7 milhão de toneladas. 

Segundo explica a especialista Karen Braun, da Reuters Internacional, as vendas de soja da safra nova dos EUA já somam cerca de 17,976 milhões de toneladas até o último dia (6) e a nação asiática responde por, aproximadamente, 57% desse total. O índice se aproxima do registrado em 2014, quando foram 58%, e 2013, quando foram 73%. 

Dados reportados pelo USDA nesta quinta-feira (13) mostraram que as vendas semanais norte-americanas para exportação superaram as 3 milhões de tonelas, com os chineses sendo os maiores compradores, com mais de 1,7 milhão de toneladas. "Essa foi a maior compra da China - entre safras nova e velha - desde novembro de 2016", afirma Karen. 

Ainda assim, o país asiático segue distante da meta das compras - em volume e receita - da meta firmada na fase um do acordo comercial com Washington, em janeiro deste ano. 

"A primeira fase do acordo comercial estabeleceu expectativas elevadas para compras que nunca haviam sido testemunhadas pelos produtores americanos. O que vimos até agora é uma exigência de comprar US$ 36 bilhões em bens, e podemos abrir caminho para US$ 10 bilhões", disse Gene Seroka, diretor executivo do Porto de Los Angeles, em um webcast na quinta-feira. "Temos muito o que colocar em dia na última metade deste ano". A informação parte da agência internacional de notícias Bloomberg. 

Ainda segundo Seroka, nem mesmo a intensificação das importações de milho pelos chineses - as quais aumentaram 27% somente no primeiro trimestre de 2020 - podem ajudar s EUA a se aproximarem do alvo. 

Leia Mais:

+ China compra mais soja dos EUA e preços renovam máximas em 8 pregões em Chicago

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário