MMA e Ibama precisam de lideranças com perfil técnico para acabar com viés ideológico que dominou o setor

Publicado em 08/11/2018 12:16 1277 exibições
Albenir Querubini - Vice-Presidente da União Brasileira dos Agraristas Universitários
Perfil técnico e bom diálogo são características fundamentais para os nomes que serão escolhidos por Bolsonaro para o Meio Ambiente

Podcast

Entrevista com Albenir Querubini sobre os Desafios para a direção do Ibama

Download

LOGO nalogo

Os perfis dos presidentes do Ministério do Meio Ambiente e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos recursos Naturais Renováveis (IBAMA) precisam ter um perfil técnico para acabar com o viés ideológico que tem dominado o setor.

De acordo com Vice-Presidente da União Brasileira dos Agraristas Universitários, Albenir Querubini, é muito importante debater sobre o papel de cada cargo nos ministérios e no IBAMA. “O meio ambiente é de interesse de toda a sociedade em especial aos produtores rurais que tem esse vinculo com a atividade agrária com a utilização dos recursos naturais”, comenta.

O Brasil é um dos poucos países que consegue manter níveis altíssimos de produtividade e preservando o meio ambiente. “Os produtores rurais já têm consciência e se preocupam com o meio ambiente, pois a produção sustentável significa produto de melhor qualidade”, afirma.

Na opinião da liderança, o viés ideológico do Ministério de Meio Ambiente acaba prejudicando o desenvolvimento de outros setores. “Na verdade, o papel do ministério é coordenar e executar as ações políticas públicas referentes ao setor ambiental”, destaca.

 Em conversas de bastidores aponta uma pessoa com um perfil técnico para assumir o Ministério do Meio Ambiente. “A gente espera que fato venha um nome com alta capacitação técnica que possa trazer segurança jurídica para quem empreende e terminando com esses conflitos entre os ambientalistas e o setor produtivo”, pontua.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário