Lavouras de milho safrinha apresentam boas condições em Assis Chateaubriand (PR), mas falta de chuvas já preocupa

Publicado em 14/04/2015 11:01 445 exibições
Lavouras de milho safrinha apresentam boas condições em Assis Chateaubriand (PR), mas falta de chuvas já preocupa. 90% das plantas estão em fase de pendoamento. Saca do grão é negociada a R$ 20,50, enquanto os custos giram em torno de R$ 19,70 por saca. Produtividade média deve ficar em 80 sacas por hectare. Média do rendimento da soja ficou em 55 scs/ha e 50% da safra já foi negociada.

Na região de Assis Chateaubriand (PR), até o momento, as lavouras de milho safrinha apresentam boas condições. Contudo, o clima já é uma preocupação dos produtores, uma vez que, 90% das plantas estão em fase de pendoamento e a falta de chuvas pode comprometer o desenvolvimento da cultura.

A última precipitação ocorreu no início do mês e as previsões indicam novas chuvas para o final de semana. “A preocupação é com o solo, que nesse momento está seco e as plantações já estão sentindo”, afirma o presidente do Sindicato Rural do município, Valdemar Melato.

Além disso, os custos de produção estão mais altos nesta temporada, já que os agricultores tiveram que fazer até 6 aplicações nas lavouras para controlar o percevejo. “O cenário não afetou o rendimento das plantações e, por enquanto, não temos grandes preocupações com as lagartas nesta safra”, destaca o presidente.

Enquanto isso, os preços giram em torno de R$ 20,50 a saca, contra um custo de R$ 19,70 por saca. Já a produtividade média deve ficar próxima da média dos anos anteriores, ao redor de 80 sacas do grão por hectare.

Soja

Na localidade, a produtividade média da soja nesta temporada ficou em 55 sacas por hectare. Até o momento, cerca de 50% da produção já foi negociada. Já os preços recuaram e, atualmente, trabalham entre R$ 56,50 e R$ 57,00 a saca.

“Os valores não são bons e temos que considerar os custos para a próxima safra que já subiram frente à valorização do dólar. E podemos ter um novo ajuste no câmbio, que se cair, os produtores receberão menos pela saca. Com isso, temos custos mais altos e os juros do financiamento aumentando, é bastante preocupante e os produtores devem tentar reduzir os custos”, alerta Melato.

Em meio às incertezas do mercado e também do clima, o presidente ainda alerta para que os produtores reduzam os investimentos, especialmente com maquinário. 

Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário