Após queda de 45% na 1ª safra de soja, Paraguai colhe sua 2ª safra também com problemas climáticos

Publicado em 14/05/2019 11:08 e atualizado em 14/05/2019 16:16
1145 exibições
País vizinho sofreu com seca e chuvas irregulares no dois ciclos da soja. Produtores também enfrentam dificuldades para negociar a soja devido ao alto custo de produção e baixo patamar de preços. Fortes chuvas do final de semana prejudicaram lavouras de milho e arroz, plantio do trigo e canola e áreas de pastagem.
Neivo Fritzen - Produtor Rural

Podcast

Entrevista com Neivo Fritzen - Produtor Rural sobre as Lavouras no Paraguai

Download

LOGO nalogo

Os produtores do Paraguai já haviam sofrido com quedas de até 45% na produção da soja primeira safra devido à falta de chuvas na região produtora do país. Agora, em meio a colheita da segunda safra, as perdas continuam presentes, após as chuvas seguirem irregulares, conforme dito por Neivo Fritzen, produtor rural.

Os produtores do país registram cerca de 50/60% da área de soja já colhida e agora se preocupam com a venda da produção e o fechamento de suas contas. Segundo Fritzen, o custo de produção elevado, a seca e os preços baixos para a venda impossibilitam uma boa remuneração.

O produtor ainda conta que as chuvas intensas que caíram no Paraguai neste final de semana prejudicaram as lavouras de milho, o plantio das safras de trigo e canola e também atingiram algumas áreas de pastagem.

Confira a íntegra da entrevista no vídeo.

Veja mais informações sobre as chuvas no Paraguai:

>> Tempo: Inundações no Paraguai afetam mais de 200 mil pessoas e causam prejuízos na agricultura e logística; veja fotos

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário