Boi Gordo: Compradores resistem, mas diminui espaço para especulação

Publicado em 13/11/2013 16:00 e atualizado em 13/11/2013 18:04 646 exibições

Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria


A semana tem sido marcada por poucas alterações nos preços de referência, em praticamente todo país.

Embora a oferta de boiadas esteja diminuindo nos estados do Centro-Sul e a venda de carne bovina tenha crescido, os compradores resistem em pagar mais pela arroba.

Em São Paulo, são raras as indústrias que não estão com preços alinhados à referência, com no máximo um R$1,00/@ de diferença para mais ou para menos, cenário diferente das semanas anteriores. 

Diminuiu o espaço para especulações.

Variações maiores ocorrem para a vaca gorda. Existem ofertas de compra de R$98,00/@, à vista, a R$104,00/@, nas mesmas condições.

Em Mato Grosso, um dos principais estados confinadores, houve alta em três das quatro praças pesquisadas, o que indica que as boiadas de cocho não são suficientes para abastecer com tranquilidade as indústrias.

No mercado atacadista de carne bovina, alta para o boi casado de animais castrados. Desde o começo de novembro a valorização acumulada é de 1,8%. 

A demanda tem se comportado bem e ajuda a pressionar para cima o mercado do boi gordo.

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário