Feijão: Colheita no ano deverá ser de 2,8 mi de toneladas e segundo a CONAB o consumo será de 3,35 mi de toneladas

Publicado em 25/05/2016 17:58
232 exibições

Brasil afora os empacotadores estão já há mais de um mês adotando a mesma estratégia, que é suspender as vendas.

Alguns empacotadores têm à venda feijão preto e feijão caupi, mas para feijão carioca não têm nem tabela de preços.

Até produtor que ouve falar de preços acima de R$ 320,00 no Mato Grosso se assusta.

A pouca oferta pouco tem a ver com e feriado. Tem ligação direta com o momento da segunda safra, com a pior produtividade média da história.

Deveremos encerrar o ano mesmo que nos pivôs as coisas andem bem, com algo ao redor de 2,8 milhões de toneladas. A CONAB havia previsto o consumo de 3,35 milhões de toneladas.

Nesta manhã, foram ofertadas 4.000 sacas no Brás e, por volta das 7h, não houve sobras. Os preços praticados foram R$ 330,00  para o nota 9,5/9, R$ 320,00 para o nota 8,5 e R$ 305,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE

Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário