Tempo: Chuvas retornam ao Centro-Sul do BR e amenizam parte das preocupações com soja, mas segue irregularidade

Publicado em 21/10/2019 09:42 e atualizado em 21/10/2019 14:33
2425 exibições
Commodity Weather Group destaca que precipitações foram registradas em áreas com manchas secas no cinturão produtivo

Imagem de satélite nesta segunda-feira (21) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Imagem de satélite nesta segunda-feira (21) em todo o Brasil - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Áreas do Centro-Sul do Brasil registraram chuvas nas últimas horas, conforme previsão de sexta-feira (18) antecipada pelo chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), Francisco de Assis Diniz ao Notícias Agrícolas. Mas segue a irregularidade.

Para os próximos dias, as chuvas devem seguir, principalmente sobre áreas centrais do Brasil com a circulação de ventos intensificando as instabilidades na região. O Inmet, inclusive, emitiu alerta de chuvas intensas e tempestade de raios  para esta segunda-feira (21).

O Commodity Weather Group destacou que as chuvas registradas nos últimos dias pelo país amenizaram as manchas secas no Centro-Sul. Produtores de soja já cogitavam o replantio em áreas do país por conta das condições de seca que vinha sendo registrada no cinturão produtivo.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (22/10 a 24/10) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (22/10 a 24/10) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O mapa de precipitação acumulada dos últimos três dias mostra a ocorrência de volumes altos a moderados em quase todo o Brasil, com destaque para pontos do Sul, Centro-Oeste e Norte. Partes do Centro-Oeste, Sul e Nordeste tiveram poucas chuvas. Também houve queda de temperatura.

Os cinco maiores acumulados em todo o país neste domingo (20) foram registrados em Fonte Boa (AM): 56,4 mm, Santana do Araguaia (PA): 44,6 mm, Sapezal (MT): 43 mm, Ouro Branco (MG): 36,8 mm e Rio Brilhante (MS): 36 mm. Estações particulares no Paraná também registraram acumulados.

Essa condição mais úmida ameniza as preocupações de produtores de soja pelo país que já cogitavam o replantio da oleaginosa por conta das condições climáticas adversas nos últimos dias, principalmente no Paraná. No estado, algumas áreas já retomaram o plantio.

Leia mais:
» Soja 2019/20: Apesar de chuvas melhores, produtores seguem em alerta; veja fotos e vídeos

Veja o mapa de precipitação acumulada dos últimos três dias em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos últimos três dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Em entrevista ao Notícias Agrícolas na última sexta-feira (18), Francisco de Assis Diniz havia antecipado a mundança no padrão de chuvas em áreas do Centro-Sul do país. No entanto, alertou que uma condição de irregularidade seguiria sendo vista nos próximos dias.

"Esse bloqueio começa enfraquecer e os ventos começam levando o sistema da região mais para o norte do Brasil, fazendo com que haja a situação em que essas chuvas do Paraguai, norte da Argentina e região sul do Brasil se desloquem mudando os padrões atmosféricos do Brasil", disse Diniz.

Leia mais:
» Boas chuvas estão confirmadas para o Centro Sul do país ao longo da próxima semana. Estação chuvosa começa a se consolidar

A Climatempo destaca que as condições de chuva aumentam sobre áreas do Centro-Oeste do país nesta segunda-feira, mas também pode chover em pontos da região Sudeste. A circulação dos ventos sobre o Brasil intensifica as áreas de instabilidade em pontos do Centro-Oeste.

"O tempo fica mais instável nesta segunda-feira nos estados de Mato Grosso Mato Grosso do Sul e também sobre Goiás. Nuvens carregadas já provocaram chuva moderada a forte durante noite de ontem e na madrugada hoje em locais de Mato Grosso do Sul e do sul de Goiás", disse a Climatempo.

As chuvas, no entanto, podem ser irregulares e logo perdem forças. "A partir desta terça-feira, 22, o tempo volta a secar em Mato Grosso do Sul. Mas para Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, a previsão é de mais pancadas de chuva até o fim da semana", destaca a empresa meteorológica.

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 2ª:

Mapa das áreas com alerta de chuvas intensas nesta 2ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Inmet emitiu nesta segunda-feira alerta de chuvas intensas para AM, DF, GO, MT, RO e TO. "Chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). Baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas", afirma.

Aviso para as áreas: Distrito Federal, Sudoeste Rondonense, Alto Madeira, Sul Amazonense, Centrossul Mato-Grossense, Nordeste Mato-Grossense, Norte Mato-Grossense, Sudeste Mato-Grossense, Sudoeste Mato-Grossense, Centro Goiano, Leste Goiano, Sul Goiano, Norte Goiano, Noroeste Goiano, Jalapão, Norte Tocantinense, Sudeste Tocantinense, Sul Tocantinense, Oeste Tocantinense, Centro Tocantinense, Sudeste Rondonense

Em áreas de MS e SP, o alerta é de tempestade de raios, com perigo potencial e possibilidade de corte de energia elétrica.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade de raios nesta 2ª:

Mapa das áreas com alerta de tempestade de raios nesta 2ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

No período de 21 até 29 de outubro, o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), mostra que chuvas devem ser vistas sobre a maior parte do país. Apenas pontos no Nordeste terão baixos volumes.

Entre 29 de outubro até 06 de novembro, as precipitações devem continuar sobre a maior parte do país, mas altos volumes se concentram sobre pontos do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A mancha de seca fica maior sobre áreas da região Nordeste do Brasil.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 21 de outubro até 06 de novembro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 21 de outubro até 06 de novembro - ​Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Foto em Buchana Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen
Foto em Buchana Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen

Lavoura de milho na Agrícola Irmãos Baseggio em Muitos Capões (RS).
Lavoura de milho na Agrícola Irmãos Baseggio em Muitos Capões (RS).

Plantio de soja safra 2019/2020 em Itabera (SP). Envio de Aron Cardoso
Plantio de soja safra 2019/2020 em Itabera (SP). Envio de Aron Cardoso

Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques
Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques

Plantio de soja em Rolândia (PR). Envio de Silvia Meliss
Plantio de soja em Rolândia (PR). Envio de Silvia Meliss

Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques
Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques

Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques
Foto em Nova Crixas (GO). Envio de Juliano Marques

Soja em Especial Alto do Iguaçu propriedade Terracereais. Envio de Rodrigo Leandro Guzzo.
Soja em Especial Alto do Iguaçu propriedade Terracereais. Envio de Rodrigo Leandro Guzzo.

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolas e @jornalistadotempo ou use as hashtags #jornalistadotempo ou #imangensdodia

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião | Instagram @jornalistadotempo
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário