Estudantes pedem veto integral ao novo Código Florestal

Publicado em 23/05/2012 07:55 522 exibições
Estudantes fizeram na tarde de hoje (22) passeata pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, pedindo que a presidenta Dilma Rousseff vete o texto do novo Código Florestal. Os manifestantes, que não têm ligação com instituições ou organizações não governamentais (ONGs), organizaram o protesto pelas redes sociais e enfatizaram que o movimento é uma representação da sociedade civil. A presidenta Dilma Rousseff tem até dia 25 para decidir pela sanção ou veto do projeto.

Nem o frio e a chuva que caiu no fim a da tarde na capital desanimaram os manifestantes. O grupo permaneceu por pouco mais de trinta minutos em frente ao Palácio do Planalto e, com gritos e apitos, pediam :“Veta tudo”.

A estudante Ana Júlia Barros, da Universidade de Brasília (UnB), disse que a presidenta não deveria ceder à pressão da bancada ruralista e vetar integralmente o Código Florestal. “Essa manifestação é o mínimo que podemos fazer. Esse código não é o que o Brasil quer. Queremos que ela [a presidenta] vete o código inteiro. É isso que queremos”, disse Ana Júlia.

Os manifestantes saíram do Museu da República com destino à Praça do Três Poderes. A primeira parada foi no Ministério do Meio Ambiente (MMA), onde pediram apoio à manifestação. Das janelas, os funcionários do MMA acenavam em resposta e aplaudiam o grupo.

Do mistério, os estudantes seguiram para o Congresso Nacional, onde eram esperados por nove viaturas policiais, que seguiram fazendo a escolta do grupo no sentido contrário ao trânsito para chegar ao Palácio do Planalto. Na praça em frente ao palácio, os manifestantes anunciaram que, no próximo dia 24, farão uma vigília para sensibilizar a presidenta. De lá, o grupo seguiu em marcha pela esplanada até o Museu da República.
Fonte:
Agência Brasil

1 comentário

  • Maycon Ervino Siveres Toledo - PR

    Ei povo que não sabe o que está fazendo.

    Agora só falta a Dr. Dilma apoia esse povo que pelo que me parece só pode ser contra o desenvolvimento do país, porque acham que só nós produtores que causamos danos ao meio ambiente. Por favor Dr. olhe bem antes de tomar alguma decisão porque quem atualmente, praticamente movimenta essa locomotiva Brasil somos nós produtores.

    E além do mais não precisamos de redes sociais para nos divulgar e muito menos ir aí a Brasília realizar movimentos (vergonhosos), nós apenas queremos continuar trabalhando e não destruindo como esse povo que nem conhece o interior pensa que fazemos.

    0