CBOT: Grãos fecham o dia em baixa à espera dos números do USDA

Publicado em 09/05/2012 16:12 1627 exibições
A soja encerrou mais um dia com expressivas baixas na Bolsa de Chicago. Os futuros da oleaginosa voltaram a ser pressionados pelo financeiro, pela alta do dólar e pela espera dos traders pelo relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que será divulgado nesta quinta-feira (10). 

O cenário continua sendo de incertezas na macroeconomia, com importantes mudanças políticas na Europa e o rumo que o futuro da economia do Zona do Euro deverá tomar. O temor dos traders é de que o pacto de austeridade fiscal firmado no início desse ano esteja ameaçado. 

Entre os fundamentos, as expectativas vêm do boletim de oferta e demanda mundial que o USDA divulga amanhã. O mercado está atento, principalmente, aos estoques de soja dos Estados Unidos e a safra da América do Sul, que vem sofrendo reduções nas estimativas por parte de consultorias privadas. 

Além dos fatores técnicos e fundamentais, analistas afirmam que essa é uma correção natural do mercado depois das fortes altas registradas nas últimas semanas. Em função dos fundamentos altistas, os preços da soja ultrapassaram os US$ 15 por bushel, atingindo os melhores níveis em quatro anos. 

O milho e o trigo também fecharam o dia em queda. Os investidores, assim como no mercado da soja, se mostraram mais avessos ao risco diante do financeiro negativo e das expectativas pelo relatório do USDA. O desempenho ruim da oleaginosa contribuiu para o recuo dos grãos. 

Veja como ficaram as cotações no fechamento desta quarta-feira:



Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário