CBOT: Mercado segue focado no clima adverso dos EUA e tem mais um dia positivo

Publicado em 03/07/2012 14:34 2507 exibições
Nesta terça-feira (3), véspera de feriado nos Estados Unidos, os futuros da soja, do milho e do trigo negociados na Bolsa de Chicago registraram mais um dia de intensas altas. Os grãos ampliaram seus ganhos e, os principais vencimentos da oleaginosa encerraram os negócios com altas que beiraram os 40 pontos. O vencimento agosto fechou cotado a US$ 15,32, com alta de 38,25 pontos. Já o contrato novembro, referência para a safra norte-americana, ficou em US$ 14,77, com altas de 39,50 pontos, por volta das 14h (horário de Brasília). 

No caso do milho, as altas foram de mais de 20 pontos nas posições de curto prazo, enquanto as mais distantes trabalharam com mais de 18 pontos positivos. O trigo também ampliou expressivamente as altas e opera nesta segunda-feira subindo mais de 20 pontos. 

Os holofotes dos traders continuam todos focados nas condições climáticas bastante adversas nos Estados Unidos e que impactam diretamente no bom desenvolvimento das lavouras do país. A produção norte-americana segue sofrendo com a falta de chuvas e temperaturas elevadas em um estágio em que a água é fundamental. 

Porém, é preciso cautela, principalmente com a soja, que vem liderando as altas nas últimas sessões. Analistas afirmam que mesmo com essa seca, ainda há um potencial de recuperação para as lavouras caso sejam observados bons volumes de chuva nos próximos 20 dias. Já no milho, a situação em alguns pontos é irreversível e a produtividade já está bastante comprometida. 

"O mercado opera, de certa forma, cego, sem considerar fatores importantes, que foram amplamente questionados, quando nós tentávamos mostrar ao mundo a quebra de Safra da América do Sul, bem como o racionamento da demanda, que já dá claros sinais no Brasil e nas exportações semanais dos EUA", disse o analista de mercado João Carlos Kopp, da Basis Investimentos. 

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou mais dados de acompanhamento da safra no país e novamente reduziu os índices de lavouras em boas ou excelentes condições tanto para a soja quanto para o milho e confirmou esse cenário de preocupação criado pelo calor intenso e a falta de chuvas em importantes regiões produtoras. 

Sobre a soja, o departamento informou que 45% das plantações estão em boas condições, enquanto na semana passada esse número era de 53%. 33% estão em situação regular e 22% em situação ruim ou muito ruim. Na semana anterior, esses números eram 32% e 15%, respectivamente. 

Já para o milho a redução foi mais drástica. As lavouras em boas ou excelentes condições caíram de 56%, na semana passada, para 48%. Em situação regular, estão 30% das plantações e 22% em situação ruim. Os dados da semana passada eram, respectivamente, de 30% e 14%.

Feriado nos Estados Unidos - Nesta quarta-feira, 4 de julho, comemora-se o Dia da Independência nos Estados Unidos e por isso é feriado por lá. Em função disso, hoje o pregão já encerrrou suas atividades às 14h (horário de Brasília - 12h nos EUA) e volta a funcionar somente às 11h30 (Brasília e 9h30 EUA) da próxima quinta-feira (5). O mesmo serve para a Bolsa de NY. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário