Soja tem realização de lucros e trigo fecha com forte alta na CBOT

Publicado em 03/03/2014 17:13 e atualizado em 03/03/2014 18:24 1385 exibições

O pregão regular desta segunda-feira (3) foi de bastante nervosismo para o mercado internacional de grãos. Os futuros da soja chegaram a registrar, mais cedo, expressiva alta, mas reverteram o movimento positivo. Já milho e trigo operaram durante todo o dia em campo positivo e fecharam os negócios em alta. O trigo fechou a sessão com quase 30 pontos de alta nos vencimentos mais negociados. 

No caso da soja, o recuo foi reflexo de um movimento técnico de correção dos preços. Nos últimos pregões, o mercado subiu expressivamente refletindo os movimentos de oferta e demanda ainda muito positivos. Falta soja nos Estados Unidos, as vendas continuam acontecendo em um ritmo bastante acelerado, enquanto na América do Sul a oferta segue ameaçada pelas desfavoráveis condições climáticas. 

Nesta segunda-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seus números dos embarques da temporada 2013/14 atualizados e mostrou que, no acumulado do ano safra, o volume de soja embarcado pelo EUA já passa de 36 milhões de toneladas. Na semana encerrada no dia 27 de fevereiro, os embarques somaram 948,181 mil toneladas.

“Existe uma expectativa de movimentos de washouts (troca de origens e recompras) de exportações, principalmente pelos chineses. O mercado fica receoso que toda essa alta que foi observada durante todo o mês de fevereiro ainda não tenha cumprido com a função de restringir o interesse comprador dessa safra velha norte-americana”, explica Stefan Tomkiw, analista de mercado d Jefferies Corretora.

Do lado da oferta, no Brasil, as àreas produtoras sofrem perdas ou por conta da estiagem do início do ano, principalmente em estados do Centro-Sul brasileiro e, no Mato Grosso, ao mesmo tempo, a colheita é comprometida por conta do excesso de chuvas. 

O contrato maio/14, referência para a safra brasileira e o mais negociado no momento, fechou valendo US$ 14,09 por bushel, recuando 4,75 pontos. As demais posições perderam encerraram a sessão com ligeiros ganhos de pouco mais de 1 ponto. 

Milho e Trigo - A crise na Ucrânia e o aumento do risco de um agravamento do conflito com a Rússia trouxe nervosismo ao mercado de grãos nesta segunda-feira e manteve os futuros tanto do milho quanto do trigo em campo positivo. 

A Ucrânia, que deveria ser a terceira maior exportadora de milho deste ano e aumentar suas exportações de trigo de 7,1 milhões para 9,5 milhões de toneladas, mobilizou seus reservas do exército ao passo que a Rússia assumiu o controle da região ucraniana do mar negro na região da Crimeia, intensificando um dos mais graves impasses com os Estados Unidos desde o fim da Guerra Fria. 

"A forte agitação entre a Ucrânia e a Rússia está dando forte suporte e aos preços globais dos grãos. A importância da região do Mar Negropara a produção e exportação de grãos no cenário mundial cresceu muito nos últimos anos", disse um analista internacional à Bloomberg. 

Veja como ficaram as cotações dos grãos no fechamento desta segunda-feira:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário