Soja: Chuvas persistem nos EUA e mercado mantém altas na CBOT

Publicado em 14/10/2014 12:48 e atualizado em 14/10/2014 13:30 1617 exibições

Nesta terça-feira (14), o mercado da soja segue operando com boas altas na Bolsa de Chicago e, por volta de 12h20 (horário de Brasília), os principais vencimentos subiam de 6,50 a 7,75 pontos. O vencimento maio/15, referência para a safra brasileira, era cotado a US$ 9,77 por bushel. Ao longo da sessão, no entanto, os preços chegaram a subir mais de 19 pontos nas posições mais negociadas. 

O foco dos negócios continua voltado para as adversidades climáticas, principalmente as registradas nos Estados Unidos. O Meio-Oeste americano, principal região produtora de grãos do país, continua recebendo chuvas muito fortes essa semana e, por conta disso, a colheita tanto da soja quanto do milho está paralisada. 

EUA Radar - 14.10.2014 - Fonte: Farm Futures

Imagem de radar Meio-Oeste dos EUA (12h50 horário de Brasília) - Fonte: Farm Futures

EUA Radar - 14.10.2014 - Fonte: AccuWeather

Imagem de radar Meio-Oeste dos EUA (12h50 horário de Brasília) - Fonte: AccuWeather

A região mais afetada nesses últimos dias é o sul do Corn Belt, mas essas tempestades se movem, agora, para o leste do país. "Esse quadro limita um pouco a pressão exercida pela grande safra dos EUA (estimada pelo USDA em mais de 106 milhões de toneladas), mas o clima um pouco mais quente e seco na segunda quinzena do mês deve permitir a retomada do ritmo dos trabalhos de campo e voltar a pesar sobre os preços. E ainda não há ameaças de geadas que possam ser fortes o suficiente para provocar uma quebra na produção", explicou o analista de mercado e jornalista do site norte-americano Farm Futures, Bryce Knorr.

Grande parte dos Estados Unidos, segundo informações do site AccuWeather, está sob ameaça de condições severas de clima que se estende da costa do Golfo até o Vale do Tennessee, com uma linha de tempestades pesadas se encaminhando para o leste. 

"As tempestades estão trazendo a ameaça de ventos fortes, granizo, chuvas de grande inundação e até mesmo um tornado isolado", disse AccuWeather.com meteorologista Andy Mussoline. 

Nesta terça, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz um novo boletim semanal de acompanhamento de safras mostrando como foi a evolução da colheita na última semana. Os números, no entanto, só saem às 17h (horário de Brasília), depois do fechamento do pregão, mas as expectativas devem mexer com os ânimos do mercado. 

Chuvas nos próximos 7 dias - EUA - Fonte: NOAA

Chuvas nos próximos 7 dias - EUA - Fonte: NOAA

Knorr explica ainda que é preciso atenção nesse momento e que os ganhos para os preços, nesse momento, são mais circunstanciais do que indicam uma nova tendência. "Os fundos de investimentos estão prontos para iniciar um movimento de vendas e pressionar o mercado", diz. 

Chuvas de 19 a 23 de outubro nos EUA - Fonte: NOAA

Chuvas de 19 a 23 de outubro nos EUA - Fonte: NOAA

 

Demanda - Embarques semanais acima das expectativas

As boas notícias vindas da demanda contribuem para o tom positivo adotado pelo mercado nessa semana. Os embarques semanais de soja pelos Estados Unidos ficaram acima das expectativas e somaram 1.428,094 milhão de toneladas. As projeções dos traders, entretanto, variavam de de 930 mil a 1,09 milhão de toneladas. O volume é maior ainda do que o registrado na semana anterior, de 991,780 mil toneladas. 

Assim, no acumulado do ano comercial, os embarques norte-americanos de soja já totalizam 3.921,406 milhões de toneladas, contra 3.113,060 milhões da mesma época da temporada anterior. O USDA estima as exportações de soja dos EUA da safra 2014/15 em 46,270 milhão de toneladas. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário