O rei Roberto Carlos não voltou, e não voltará mais a comer carne Friboi

Publicado em 13/11/2014 11:00 e atualizado em 15/11/2014 04:25 837 exibições

A propaganda tem dessas coisas. Você contrata uma celebridade acima de qualquer suspeita, sob o ponto de vista de reconhecimento popular. Mas, dependendo da autenticidade da proposta, o povo não acredita, e o gigantesco mega investimento, que surpreendeu a todos os publicitários, contratos de R$ 45 milhões pelo endosso e direitos de imagem, somente destinados ao Roberto Carlos, sem contar outros muitos milhões em mídia, dão com os burros n’água, ou melhor com as picanhas n’água.

A coisa foi parar na justiça, e chegaram agora a um acordo, a Friboi e os advogados do rei. O primeiro dizia que não houve a entrega da promessa, uma pesquisa encomendada pela JBS detectou que as pessoas não confiavam em Roberto Carlos, como comedor de carne, deixando de ser vegetariano. Mas, parece que o rei assumiu mesmo comer carne, pois uma foto publicada no Instagram, mostrava Roberto Carlos comendo numa churrascaria, que entretanto, não servia carne da marca que lhe pagaria R$ 45 milhões. Esse bife saiu caro demais, o que enfureceu mais ainda o anunciante. O segundo, o rei, dizia ao juiz que JBS era caloteiro, como publicado em matéria do Estadão desse domingo, 9/11.

Engraçado foi também descobrir que essa hiper mega fortuna, provavelmente o maior contrato do mundo, a ser pago para um testemunhal num país com as dimensões de mercado como o Brasil, não estranharíamos isso em campanhas globais, como Beatles com o New Beetle, ou como Rafael Nadal com a Vivo mundial, ou Brad Pitt na Tag Heuer, etc); seriam pagos R$ 22,5 milhões no Brasil, e os restantes US$ 9,3 milhões depositados no exterior, com a Chaterella Investors Limited.

As partes chegaram num acordo e decidiram não revelar. Havia uma multa de R$ 7,2 milhões prevista no contrato. E, particularmente, eu creio que foi exatamente o que a JBS teve que pagar no final das contas. O que continua sendo uma hiper mega fortuna para um cachê, dentro do mercado publicitário brasileiro.

Pessoas dizem que para fazer propaganda precisa ter muito dinheiro. Isso não corresponde à verdade. Existem ótimas campanhas publicitárias feitas com dinheiros pequenos, e justos, eu diria. Essa com Roberto Carlos, poderíamos cantar “…eu sou terrivel…e, nas curvas da estrada dos bois, eu não vou mais passar… E agora, eu voltei, voltei para veganar, só berinjela na brasa, mora…”

Veja mais artigos no Blog do Tejon, clique aqui

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Luiz de Santana Junior Aracaju - SE

    Comportamento muito estranho para quem aparece sempre como bonzinho, de bonzinho nada, prejuízo ao nosso maior produto primário, mas, sinceramente falando ele não sabe o que perde todo dia, picanha, contrafilé, filé e alcatra, que além de reporem as necessidades de minerais e vitaminas que nosso corpo necessita, agradece e nos faz felizes!

    0